Alckmin reúne-se com sindicalistas para tratar piso paulista

São Paulo, 24 de novembro de 2014 – O governador Geraldo Alckmin reuniu-se na manhã desta segunda-feira (24) com lideranças sindicais para tratar do  piso regional paulista de 2015. O piso, atualmente dividido em 3 faixas (R$ 810, R$ 820 e R$ 835), beneficia os trabalhadores de  categorias que não são contempladas por convenções coletivas.

O encontro, que aconteceu no Palácio dos Bandeirantes, foi articulado pelo secretário estadual do Emprego e Relações do Trabalho, Tadeu Morais

A proposta, assinada pela Força Sindical, UGT, GTB, NCST, CUT e CTB, pede um aumento de 17,78%.

Para o secretário Morais, o valor deve ser analisado. “Ao mesmo tempo que sabemos da importância do aumento precisamos ser responsáveis nesse momento de fragilidade da economia. O governador foi bastante receptivo, vamos estudar e fazer o possível para beneficiar o trabalhador do Estado”, afirmou.

Novo encontro com os sindicalistas já foi definido para a próxima quarta-feira (26).

Além do secretário, estavam presentes no encontro, os presidentes da Força Sindical, Central Geral dos Trabalhadores, Fecomerciários  e Nova Central Sindical – Danilo Pereira da Silva, Paulo Sabóia, Luiz Carlos Motta e Raimundo Cocada respectivamente.