Alegria marca formatura do PEQ em Piracicaba

   34484504311_1c29bfe7b6_o

Com a presença do secretário José Luiz Ribeiro e diversas autoridades, 120 alunos do Programa Estadual de Qualificação receberam o certificado do curso na presença de amigos e familiares

O Salão Nobre da Câmara de Vereadores de Piracicaba lotou para a formatura de 120 participantes do Programa Estadual de Qualificação (PEQ) na cidade. Durante três meses, os alunos passaram por uma capacitação onde puderam obter conhecimentos nos cursos de “Departamento Pessoal”, “Técnicas de Vendas” e “Recepção e Atendimento”.34615097935_217b714b59_o

O PEQ é uma via de mão dupla. Beneficia tanto o cidadão, que sai qualificado para o mercado de trabalho, quanto o empregador, que recebe candidatos com capacidade de atender suas necessidades. A cerimônia de formatura foi conduzida pelo secretário do Emprego do município, Evandro Evangelista.

“Eu vejo aqui uma plateia muito alegre e feliz. O sorriso de vocês é de graça. A compreensão, o carinho e a solidariedade não têm preço”, afirmou o secretário de Estado do Emprego, José Luiz Ribeiro, que prestigiou a cerimônia. Além do secretário, também compareceu o coordenador de Políticas de Emprego e Renda, Pedro Nepomuceno Filho, entre outras autoridades sindicais e governamentais.

34484558051_c2f2d8a540_o

“Vocês vão atender pessoas, empregadas ou em busca de uma vaga. Pessoas em busca de um produto. Pessoas em busca de uma informação importante. Por isso, é imprescindível que vocês continuem com esse sorriso nos seus postos de trabalho. Faz a diferença”, disse o secretário.

Pedro Cruz, em representação ao prefeito Barjas Negri, agradeceu ao secretário Zé Luiz pelas ações realizadas em Piracicaba. “Com apoio do Estado, estamos conseguindo trazer grandes empresas para a nossa cidade”, destacou.  “Vocês começaram aqui esse curso de qualificação, mas não parem. Estejam sempre estudando. Sempre procurando se qualificar”, completou.

Em seu discurso, Zé Luiz também falou sobre a crise no país. “Falta emprego porque falta políticas de emprego no país. Precisamos crescer. Precisamos gerar renda. O trabalho foi feito para o homem. E não o homem para o trabalho. Por isso, tem que ter emprego para todo mundo. Só assim voltaremos a crescer”, concluiu.

Nepomuceno alertou sobre os dados de desemprego no país. “Atualizamos o número de desempregados no país e nos assustamos. Batemos a marca de 14 milhões de pessoas de desempregados. Muitos pais de famílias estão morando na rua. As pessoas estão perdendo a dignidade. A saúde é importante. A educação é importante. Mas não há programa social mais importante no mundo do que o trabalho”, afirmou o coordenador.

34453279712_b0cb5a39d8_o

No momento que do país, as pessoas precisam de uma oportunidade”, disse Nepomuceno. “Há 14 anos, eu apertava parafuso numa fábrica. Hoje estou numa coordenação estadual. Quantas pessoas por aí não precisam de uma oportunidade? ”, questionou.

Esta é a primeira turma de formandos em Piracicaba no ano. Há mais 120 alunos com os cursos em andamento e, durante a formatura, foram anunciadas mais 120 vagas para o município.

“Nunca desista!”

Em um anúncio do Facebook, Bruna, de 28 anos, resolveu se inscrever para o curso de Atendimento e Recepção. Chegou cedo na fila, logo às 7h. Mas já havia muita gente. Mesmo assim, não desistiu. “Eu sabia que o curso faria a diferença para minha vida”, disse a jovem que já trabalhou como secretária e auxiliar de cerimonial.

33805102133_269c044efa_o

Bruna se tornou mãe há pouco tempo. Tem uma filha de 10 meses. Desde o início da gestação, está desempregada. Hoje, ela se prepara para voltar ao mercado de trabalho. “O curso foi muito bom. Apesar de ter sido rápido, foi um momento único. Fiz muitas amizades e o ensino foi prazeroso. Superou as nossas expectativas. Os professores são muito especiais”, afirmou.

Apesar de estar desempregada no momento, Bruna ainda possui alguns clientes para quem faz serviços externos como cerimonialista. Com o curso do PEQ, já sente a diferença. “Muita coisa mudou. Já sinto diferenças no tratamento que recebo dos meus clientes. Também me sinto mais preparada para lidar com o dia a dia de trabalho”, explicou.

Ainda não surgiu nenhuma oportunidade nova para Bruna, mas ela tem confiança de que em breve vai conseguir. “Não desista nunca! Vá em frente! Qualificação é algo bom. Você deve sempre aprimorar seus conhecimentos. Vale a pena”, concluiu.

Mais sobre o PEQ

Ligado à Coordenação de Políticas de Emprego e Renda da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho (CPER/SERT), o PEQ busca capacitar o aluno para aumentar suas possibilidades de inserção no mercado de trabalho. Os cursos têm carga horária de 160 horas, divididos em habilidades gerais e específicas. Os participantes que não possuem renda recebem bolsa-auxílio e auxílio-transporte.

 

Gabriel Luna
Assessoria de Imprensa da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho (SERT/SP)