BPP anuncia linha de crédito para moradores da CDHU em Presidente Prudente

Valor pode ser usado para compra de materiais e pagamento de mão de obra. Até o final de março, outras 12 regiões serão contempladas

Presidente Prudente foi a cidade que recebeu a primeira agência do Banco do Povo Paulista (BPP) há quase 15 anos. E, na manhã desta quarta-feira (06) a região foi contemplada com o anúncio da linha de crédito disponibilizada pelo BPP, para atender os mutuários adimplentes da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU), inclusive para aqueles que já quitaram o imóvel.

Para o anúncio de R$ 105 milhões disponibilizados pelo programa de microcrédito habitacional Casa Paulista Microcrédito/Banco do Povo Paulista em todo o Estado, a sede do Sindietanol recebeu o secretário de Estado do Emprego, Carlos Ortiz, o diretor-executivo do BPP, Antonio Mendonça, o diretor regional da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho (SERT), Paulo Alexandre, o representante da CDHU, Mauro Vila Nova, dezenas de prefeitos da região, entre outras autoridades.

O objetivo da ação, desenvolvida em parceria com a Secretaria de Estado da Habitação, é oferecer empréstimos de R$ 200 a R$ 7,5 mil – a uma taxa de juros de 0,5% ao mês (o menor entre as instituições financeiras do país) – para a realização de reforma, ampliação ou adequação das moradias. A verba pode ser usada para a compra de material de construção, inclusive mão de obra, em até 50% do valor do material.

Para Ortiz, “a ação faz com que o Banco do Povo Paulista amplie sua função social de ajuda à população mais carente no Estado”. Por sua vez, Mendonça destacou a importância do trabalho das prefeituras para que o programa de microcrédito do Governo do Estado “seja alavancado”.

Segundo Vila Nova, os empréstimos concedidos pelo BPP podem beneficiar os mutuários de 20 mil imóveis da CDHU da região prudentina. No Estado, existem 353.932 mutuários ativos. São 451,1 mil unidades entregues. Dessas, 97,2 mil estão quitadas.

Essa foi a segunda parada da caravana da SERT, que atingirá, ao todo, 14 regiões do Estado até o final de março. Ontem, (05), São José do Rio Preto foi contemplada. Na próxima quinta-feira, (07), será a vez de Marília.

Na região administrativa de Presidente Prudente existem 41 agências do BPP. Somente em 2012 foram emprestados mais de R$ 9,6 milhões aos microempreendedores, em 1.777 operações.

Serão atendidos os seguintes municípios: Adamantina, Álvares Machado, Anhumas, Caiuá, Dracena, Flora Rica, Flórida Paulista, Iepê, Indiana, Inúbia Paulista, Irapuru, Junqueirópolis, Lucélia, Martinópolis, Mirante do Paranapanema, Monte Castelo, Nantes, Narandiba, Nova Guataporanga, Osvaldo Cruz, Ouro Verde, Pacaembu, Panorama, Paulicéia, Piquerobi, Pirapozinho, Pracinha, Presidente Bernardes, Presidente Epitácio, Presidente Prudente, Presidente Venceslau, Rancharia, Regente Feijó, Salmourão, Santa Mercedes, Santo Anastácio, Santo Expedito, Taciba, Tarabai, Teodoro Sampaio e Tupi Paulista.

Como participar
Entre os requisitos para participar do programa, é preciso ser mutuário da CDHU, residir no imóvel objeto do financiamento, estar adimplente com a Companhia, ter renda familiar de até cinco salários mínimos, não possuir restrições cadastrais e apresentar fiador (pessoa física sem restrições cadastrais – pode ser parente de primeiro grau, desde que não resida no mesmo endereço do tomador). O requerente deve apresentar RG, CPF, comprovante de residência e cópia do pagamento.

Confira fotos no Flickr