Banco do Povo Paulista registra crescimento de 34,8% em empréstimos

Banco do Povo Paulista promove o empreendedorismo paulista (foto: Paulo Cesar Rocha)

Confira informações regionalizadas aqui

Em janeiro de 2014, foram mais de R$ 14,21 milhões concedidos aos empreendedores; programa estadual está presente em 514 cidades

São Paulo, 6 de fevereiro de 2014 – Empreendedorismo estadual em alta. Nos primeiros 30 dias deste ano, o Banco do Povo Paulista (BPP) emprestou R$ 14,21 milhões aos microempreendedores paulistas. O montante representa um crescimento de 34,8% no comparativo com o mesmo período de 2013, que somou R$ 10,53 milhões.

Gerenciado pela Secretaria de Estado do Emprego e Relações do Trabalho (SERT), o BPP – maior programa estadual de microcrédito do país – beneficia empreendedores formais ou informais, urbanos e rurais, microempreendedores individuais, produtores rurais, cooperativas e associações de produção formalmente constituídas com empréstimos entre R$ 200 e R$ 15 mil, que podem ser quitadas em até 36 parcelas. Atualmente, são 514 cidades atendidas.

O secretário de Estado do Emprego, Tadeu Morais, destaca três pontos para o progresso contínuo do programa. “O Banco do Povo Paulista apresenta alguns diferenciais. Entre eles, a taxa de juros mensal de 0,5%, uma das menores entre as instituições financeiras do Brasil, a ausência de taxas adicionais e o processo desburocratizado, já que, após a aprovação de cadastro, o dinheiro é liberado em até 72 horas”, resume.

34,8% de crescimento

Comparativo janeiro 2013 2014
Milhões emprestados R$ 10,53 R$ 14,21
Operações 2.018 2.463

Podem solicitar empréstimos pessoas físicas ou jurídicas (ou seja, os informais também podem se beneficiar) desde que não ultrapassem faturamento mensal de R$ 30 mil. Trata-se de crédito para fins produtivos. “O Banco favorece a geração de emprego e o aquecimento das economias locais, por meio da promoção de atividades produtivas. Em 15 anos, o programa estadual emprestou mais de R$ 1,26 bilhão a 338,6 mil empreendedores. Foram mais de R$ 193 milhões apenas em 2013”, acrescenta Antonio Mendonça, diretor-executivo do BPP.

Além dos microempreendedores, o BPP também disponibiliza linhas de créditos especiais destinadas a mutuários da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU) que desejam reformar ou ampliar o imóvel, a motofretistas que precisam se adequar à nova regulamentação do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), a taxistas que queiram investir na profissão e produtores rurais. A taxa de juros é a mesma oferecida aos microempreendedores.

Confira informações detalhadas:

– Mutuários da CDHU

O valor do empréstimo varia de R$ 200 a R$ 7,5 mil, que podem ser pagos em até 36 vezes.

– Motofretistas

Os motofretistas, podem se beneficiar com até R$ 6 mil para compra de novas motocicletas ou de equipamentos para atender à lei.

– Taxistas

Profissionais deste setor podem solicitar até R$ 10 mil e quitar as parcelas em até 24 meses.

– Produtores rurais

Para quem deseja iniciar o negócio, o primeiro empréstimo tem limite de R$ 5 mil. Os produtores rurais que já desenvolvem a atividade podem solicitar até R$ 7,5 mil. O segundo empréstimo vai até R$ 10 mil e o terceiro, R$ 15 mil.

Confira relação completa de agências, no site: www.bancodopovo.sp.gov.br

Siga o BPP na internet:

www.facebook.com/BancodoPovoPaulista

www.twitter.com/bancodopovo

Tadeu Inácio

Assessoria de Imprensa da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho (SERT)