Bruzarosco implanta 75 bolsas da Frente de Trabalho para reeducandos do sistema semi-aberto

Ourinhos e Pirajuí foram os municípios atendidos

Entre segunda e terça-feira (25 e 26) desta semana, o secretário-adjunto da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho (SERT), Aparecido Bruzarosco, implantou 75 bolsas da Frente de Trabalho/Programa Estadual de Apoio ao Egresso do Sistema Penitenciário (Pró-Egresso) nos municípios de Ourinhos e Pirajuí – regiões de Marília e Bauru, respectivamente.

Desenvolvida pela SERT em parceria com a Secretaria de Administração Penitenciária (SAP) e demais prefeituras, a ação objetiva impulsionar e levar os reeducandos do sistema semi-aberto à geração de renda e qualificação profissional. Durante nove meses, os contemplados prestam serviços ao município durante quatro dias por semana (6h/dia) e recebem 150h de cursos de qualificação. A bolsa auxílio é de R$ 300 mensais.

Emocionado, Bruzarosco destacou que “esta ação da SERT oferece uma orientação importante, definitiva para essa parte da população. Participar diretamente desse momento na vida dessas pessoas nos enche de orgulho e satisfação.”

Em Ourinhos, na segunda-feira (26), foram 15 bolsas disponibilizadas para os homens do Centro de Ressocialização (CR), que fica na Avenida Jacinto Ferreira de Sá, 21 – Centro.

No dia seguinte, Pirajuí recebeu 60 bolsas, que foram divididas entre o CR feminino e os Centros de Progressão Penitenciária (CPPs) I e II (20 cada um).

Os contemplados prestarão serviços em locais públicos, como hospitais, praças, parques e creches. A definição dos locais é de responsabilidade das prefeituras.

Neste ano, aproximadamente 750 reeducandos – entre os regimes aberto e semiaberto – de todo o Estado foram encaminhados às Frentes de Trabalho.

Hoje (28), serão mais 15 bolsas implantadas no CPP de Valparaíso, que fica na Rua Comendador Lunardelli,147- Centro.