Caravana da Inclusão será em Boituva, nesta sexta

Pessoas com deficiência, empregadores, entidades e poder público têm um encontro marcado nesta sexta-feira (28 de agosto), em Boituva, durante a sexta edição da Caravana da Inclusão, Acessibilidade e Cidadania.

Realizada pela Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência em parceria com a União dos Vereadores do Estado de São Paulo (Uvesp), o Conselho Estadual para Assuntos da Pessoa com Deficiência, a Apae (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) e diversos apoiadores, em 2015 ela tem como foco a prevenção e o enfrentamento à violência.

caravana cidadaniaO Programa de Apoio à Pessoa com Deficiência da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho (Padef/SERT) marca presença. Desde abril, já prestou atendimento em Socorro, Boraceia, Santa Fé do Sul, Franca, Guaratinguetá e Mogi Mirim. Até o final do ano, a iniciativa terá percorrido 13 municípios.

Funcionários dos Postos de Atendimento ao Trabalhador (PATs) dão apoio à ação. O Estado conta com 250 deles, para se cadastrar as vagas disponíveis e outros serviços. Também é possível utilizar o site www.empregasaopaulo.sp.gov.br com essa finalidade.

“Durante a caravana, no entanto, damos a oportunidade para quem quer trabalhar e quem oferece vagas se encontre, se conheça melhor, derrube as barreiras do desconhecimento mútuo. O candidato a partir de 14 anos pode se cadastrar para futuras vagas e fazer sua Carteira de Trabalho. A segunda via também será emitida para os interessados”, explica a supervisora do Padef, Marinalva Cruz. Basta levar RG, CPF, Certidão de Nascimento ou de Casamento e uma foto recente 3×4.

A equipe da SERT também vai orientar sobre o mercado de trabalho para pessoas com deficiência e sobre a Lei de Cotas, que recentemente completou 24 anos e determina, em seu artigo 93, que empresas com cem funcionários ou mais reservem entre 2% a 5% de suas vagas para esse público ou para beneficiários reabilitados pelo INSS.

A caravana conta, ainda, com desfile de moda inclusiva, apresentação artística, palestras, encontro sobre violência e apresentação dos principais projetos da secretaria organizadora.

Números
De acordo com os dados do censo do IBGE 2010, em Boituva há 9.297 pessoas com algum tipo de deficiência. No Estado, elas são mais 9,3 milhões e, no País, quase 46 milhões de brasileiros com algum tipo de deficiência (23,9% da população).

Marinalva calcula que, tirando-se os menores de 16 anos – que não entram no mercado pela Lei de Cotas, os maiores de 60 e os que têm deficiências não abrangidas por essa legislação, a quantidade de trabalhadores disponíveis para o mercado geralmente é a metade desse total. “Assim, em Boituva teríamos cerca de 4,6 mil pessoas com deficiência que poderiam estar com sua força de trabalho à disposição das comunidades em que vivem.”

O Padef existe há 20 anos. Nesse período, inseriu mais de 15,7 mil pessoas com deficiência no mercado de trabalho. De janeiro a dezembro de 2014, foram 1,2 mil os admitidos no Estado de São Paulo e, de janeiro a julho deste ano (dado mais atual), 793. Na região de Sorocaba, em 2014, houve 78 admissões. Até junho de 2015, elas somaram 51. “Os números são positivos na comparação com o exercício anterior, mas ainda temos muito que melhorar”, alertou Marinalva.

Próximas cidades
11/9 – Santa Cruz do Rio Pardo
25/9 – Ilhabela
23/10 – Cajati
6/11 – Dracena
27/11 – Presidente Epitácio
11/12 – Valinhos

Serviço:
6ª Caravana da Inclusão, Acessibilidade e Cidadania – Boituva
Data:
28 de agosto, sexta
Horário: das 8h30 às 17h
Local: Centro de Eventos Francisco Gianotti
Avenida Pereira Inácio, s/n, Centro

Adriana Rota
Assessoria de Comunicação da SERT