Dia da Árvore é comemorado com Frente de Trabalho no Pomar Urbano

Egressos plantam trabalho e colhem liberdade

O Dia da Árvore deste ano dará início a uma parceria socioambiental entre as secretarias do Meio Ambiente, Emprego e Relações do Trabalho e de Administração Penitenciária. Na próxima quarta-feira, 21 de setembro, os primeiros 50 reeducandos da Frente de Trabalho iniciarão uma nova fase em suas vidas no Pomar Urbano, prestando serviços de jardinagem e manutenção nos parques urbanos da Secretaria do Meio Ambiente.

Ao todo, 175 reeducandos terão a oportunidade de aprender uma nova profissão, durante nove meses, como parte de sua preparação para reingressarem na força produtiva da sociedade paulista. A parceria poderá ser prorrogada por mais 60 meses após esse período, recebendo novos reeducandos. Além do Pomar Urbano, a Frente de Trabalho, que é administrada pela Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho em parceria com a Secretaria de Administração Penitenciária, atuará nos parques Villa-Lobos, Cândido Portinari, Água Branca, Belém, Juventude e Horto Florestal.

Nos parques, os reeducandos trabalharão na manutenção dos jardins e no enriquecimento dos bosques urbanos com árvores nativas de São Paulo, contribuindo para o embelezamento da cidade e para a redução da poluição, uma vez que elas absorvem ruídos e melhoram a qualidade do ar.

O trabalho começa no dia 21 de setembro, celebrando o Dia da Árvore com o plantio de cerca de 170 árvores nas margens do rio Pinheiros. A ação vai contar com a participação do Movimento Novas Árvores Por Aí e do botânico Ricardo Cardin. Entre as árvores nativas que serão plantadas estão o ingá, a figueira, a palmeira juçara, o manacá da serra, a embaúba e a palmeira que deu origem ao antigo nome do rio Pinheiros: jerivá.

Antigamente, o Pinheiros era conhecido como jurubatuba ou jiribatuba, que significa “lugar que tem muito jerivá”. O jerivá também é o símbolo do Pomar Urbano, que desde 1999 já recuperou cerca de 24 quilômetros das margens do rio Pinheiros com apoio de empresas parceiras.

Para participarem do programa Frente de Trabalho, os reeducandos devem estar cumprindo pena em unidade prisional destinada ao regime semiaberto e ter bom comportamento. Eles recebem mensalmente uma bolsa-auxílio de R$ 300 e seguro contra acidentes pessoais. Eles também podem solicitar ao Poder Judiciário a remição de um dia de pena para cada três dias trabalhados. O programa é completo com cursos de capacitação profissional.

SERVIÇO

O quê: Comemoração do Dia da Árvore no Pomar Urbano

Onde: Pomar Urbano, trecho em frente à Estação Pinheiro da CPTM – entre o rio e a ciclovia

Horário da implantação da Frente de Trabalho: às 8h

Horário do plantio: às 11h