É hora do balanço

Secretário de Estado do Emprego, Tadeu Morais (foto: Paulo Cesar Rocha)

Por Tadeu Morais

Quando o fim do ano se aproxima, começa uma movimentação típica dos momentos reflexivos que sugerem as festas de Natal e Reveillon. O balanço.

Para a Secretaria estadual do Emprego e Relações do Trabalho, as manchetes são positivas. Banco do Povo Paulista bate recorde de empréstimos. Mutirão do Microcrédito foi um sucesso, meta superada. Cresce percentual de recolocados no mercado de trabalho pelo Time do Emprego. PADEF chega a todo Estado com números positivos para a pessoa com deficiência. Aumentam o número de empregados no Estado. Desemprego diminui em São Paulo.

2013 foi um ano de sucesso, de recordes importantes. Fruto de um trabalho importante iniciado pelo meu antecessor Carlos Ortiz e que damos sequência, com o respeito e a dedicação que a pasta merece.

Foram muitas as boas novas para o cidadão trabalhador paulista.

A começar pelo Banco do Povo Paulista (BPP) que, em um comparativo com 2012, teve 60% a mais de agências implantadas. Foram 40. O maior número desde 2007. Hoje contamos com 515 unidades.  O governador Geraldo Alckmin quer um BPP em cada cidade. E é para lá que caminhamos. O maior programa de microcrédito estadual do país beneficiou aproximadamente 35 mil famílias em 2013. Foram cerca de R$ 200 milhões emprestados. O ritmo deve ser mantido por um motivo bastante simples: o paulista é empreendedor. Está na veia deste povo o trabalho e se dermos as ferramentas certas, teremos, tenho certeza, um mercado de trabalho ainda mais forte, com novos postos abertos.

No Time do Emprego os números provaram que o incentivo e a valorização da autoestima estão na base de cidadãos bem colocados. Tanto se ouve de qualificação que, muitas vezes, não prestamos atenção no que está evidente. Se a qualificação é uma necessidade e o número de formados em cursos superior no Estado não é pequeno, surge a dúvida: onde estão nossos qualificados? Muitas vezes, estão escondidos atrás de baixa autoestima, do desconhecimento de regras básicas de uma entrevista de emprego. Com o apoio do governador Geraldo Alckmin, o programa Time do Emprego alcançou a marca de 1400 turmas neste ano. Em alguns municípios, como Marília, por exemplo, o índice de recolocados chegou a 80%. Em média mais de 50% dos participantes conquistam uma vaga no mercado de trabalho.

O PADEF (Programa de Apoio à Pessoa com Deficiência), através de um trabalho que percorreu 30 mil quilômetros este ano, completou a maioridade em 2013. São 18 anos de uma luta incessante na busca da igualdade de direitos pela empregabilidade da pessoa com deficiência. Das iniciais 186 vagas registradas em 1995, neste ano chegaremos a perto de 25 mil ofertas de emprego para essa parcela significativa da população paulista.

O Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT) também teve sua atuação ampliada através de mais três unidades implantadas. As cidades de Laranjal, Piraju e Suzano foram contempladas.  Hoje são 250 postos no atendimento ao trabalhador de São Paulo. Em 2013, mais de dois milhões de pessoas passaram pelos postos em busca da emissão da carteira de trabalho, de uma oportunidade de emprego, ou para dar entrada no benefício do seguro-desemprego.

No PEQ (Programa Estadual de Qualificação Profissional), fizemos avanços importantes que, tenho certeza, irão refletir em números ainda mais positivos no próximo ano.

Chegamos ao fim de 2013 com a sensação do dever cumprido e com muita energia para mais um ano que, no que depender dessa pasta, será de muito trabalho.

Tadeu Morais é secretário estadual do Emprego do estado de São Paulo