E que venha 2017!

Olá, pessoal! Nosso boletim desta semana será um pouco diferente. Isso porque quero destacar para vocês algumas das ações da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho neste ano que, todos sabemos, não foi dos mais fáceis nem para os empregadores, muito menos para os trabalhadores.

Nós, na SERT, também temos sofrido os impactos da crise; mas aperta daqui, negocia dali, felizmente conseguimos fazer em 2016, obviamente, não tudo o que queríamos, mas o que pudemos. Com o amor e a dedicação de sempre de nossa equipe.

A Coordenadoria de Operações (COP), responsável pelos Postos de Atendimento ao Trabalhador (PATs) – espécie de agências de emprego públicas e gratuitas – nos informa que foram intermediadas as contratações de mais de 42 mil pessoas. Ela também criou, neste ano, uma equipe nomeada de “Grandes Contas”, ampliando assim o contato com empregadores de grande porte para a captação de vagas.

O setor de Seguro-Desemprego atendeu 1,6 milhão de solicitações e 914 mil Carteiras de Trabalho foram emitidas. O Programa de Apoio à Pessoa com Deficiência (Padef) colaborou na inserção de 1,1 mil profissionais e, o Pró-Egresso, de 207 pessoas.

O Programa Emergencial de Auxílio-Desemprego (Pead), mais conhecido como Frente de Trabalho, retomado este ano, concedeu bolsas para 1,7 mil trabalhadores de 50 municípios. O Aprendiz Paulista auxiliou na contratação de 1,7 mil estudantes, enquanto o Jovem Cidadão inseriu 3,7 mil estagiários no mercado de trabalho. Todos eles são ligados à Coordenação de Políticas para Inserção no Mercado de Trabalho (CPIMT).

Mais de três mil pessoas qualificadas foi o resultado das atividades do Programa Estadual de Qualificação (PEQ), ligado à Coordenação de Políticas de Emprego e Renda (CPER), bem como o Time do Emprego, do qual participaram 10,5 mil cidadãos de 318 municípios.

A Comissão Estadual do Emprego (CEE) está com 178 comissões ativas e a de Trabalho Decente apresentou um plano de ação para atender aos requisitos da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável da ONU (Organização das Nações Unidas). O Selo Paulista da Diversidade certificou mais oito empresas, totalizando 43.

A Coordenação de Políticas de Empreendedorismo (CPE), por meio do Banco do Povo Paulista (BPP), emprestou R$ 170 milhões em 27 mil operações, e cerca de 150 mil pessoas já realizaram o curso da Escola do Empreendedor.

Some-se a tudo isso os esforços e as “sementes” plantadas em 2016 graças a nosso diálogo constante e bom relacionamento com empresas, entidades e órgãos públicos das diversas esferas.

Sabemos que o que valem são as pessoas por trás dos números, por isso continuaremos a trabalhar fortemente para que em 2017 possamos colaborar um pouco mais com o cidadão paulista.

Obrigado a todos pela parceria. E que venha 2017!

José Luiz Ribeiro, o Zé Luiz, é secretário de Estado do Emprego e Relações do Trabalho.