Em crescimento, Time do Emprego oferece 1115 vagas

Programa estadual atende jovens e adultos que estão à procura de colocação profissional; 21 cidades atendidas em janeiro

O Time do Emprego, programa estadual coordenado pela Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho (SERT) iniciou 2015 com 1115 vagas disponibilizadas no Estado. A ação auxilia e orienta o trabalhador maior de 16 anos na busca por um emprego de acordo com suas habilidades e qualificação profissional.

Durante 12 encontros, os facilitadores (profissionais responsáveis pela abordagem dos conteúdos) apresentam técnicas de direcionamento ao mercado de trabalho, produção de currículos, dicas de comportamento em entrevistas, empreendedorismo, entre outros assuntos, a turmas de até 30 pessoas. “O intuito é preparar o cidadão para que ele tenha mais chance nos processos seletivos”, resume o secretário de Estado em exercício, Eufrozino Pereira.

Houve crescimento no número de inscrições efetivadas e cidades atendidas no comparativo com janeiro do ano passado. Neste mês, 21 cidades abriram inscrições – contra 10 em 2014. Cotia, Leme, Ribeirão Preto, Salto, Itatiba, São Carlos, Jacareí, Cândido Motta, Espírito Santo do Pinhal, Jaboticabal, General Salgado, Pontal, Itanhaém, Ourinhos, Teodoro Sampaio, Florínea, Sorocaba, Sertãozinho, Adamantina, Marília e Garça foram atendidas.

Progresso no comparativo janeiro 2015 janeiro 2014
Cidades atendidas 21 10
Inscrições efetivadas (até 30/1) 495 430

Entre os municípios, São Carlos se destaca com 120 vagas. A supervisora do programa, Françoise Antunes, ressalta a formação de novos facilitadores no município e no Estado para o avanço do programa. “Capacitamos mais de 200 facilitadores no ano passado. Cinco deles, por sinal, desenvolvem o programa em São Roque. Pretendemos aumentar ainda mais o alcance do programa nas cidades, preparando mais facilitadores e atendendo mais pessoas”, diz.

Segundo a coordenação do programa, 495 inscrições foram efetivadas neste mês. “Já superamos em 65 inscrições o número alcançado neste período do ano passado. Como diversas cidades têm inscrições abertas até fevereiro, este número será maior”, celebra Antunes.

Conquista profissional

Há quatro anos, Priscila de Aguiar, 25, de São Roque, decidiu participar do programa. “Decidi procurar o programa para iniciar minha vida profissional. Foi uma porta que se abriu”, conta.

Após participar dos encontros, a jovem foi admitida contratada como operadora de caixa em um supermercado da cidade. “Eu não tinha noção nenhuma de como me portar em uma entrevista ou no ambiente de trabalho. Com o Time, pude aprender tudo isso. Continuo empregada e muito feliz”, revela sorridente.

As mulheres, por sinal, lideram as estatísticas do programa. Em 2014, foram 3,3 mil contra 1,7 mil homens. Antunes enfatiza que as mulheres vêm buscando mais independência e desenvolvimento profissional. “Isso é um reflexo da evolução feminina. Elas estão mais ativas, persistentes e buscando colocações melhores no mercado”, encerra a supervisora.

Ana Silvestre

Assessoria de Imprensa da SERT