Em quatro anos, BPP de Euclides da Cunha Paulista empresta R$ 1.4 mi para microempreendedores

Neste mês, a unidade de Euclides da Cunha Paulista do Banco do Povo Paulista (BPP) completa seu quarto ano de existência. No período, a agência realizou operações que somam mais de R$ 1.4 milhões em empréstimos, com destaque para os produtores rurais, responsáveis pela maior parte das solicitações. “Os empréstimos são utilizados na compra de vacas leiteiras”, diz a agente de crédito do município, Selma Clementino. “Os clientes relatam que, com o dinheiro que conseguem com elas, pagam as parcelas do empréstimo”, explica.

Inaugurada em 6 de maio de 2013, a agência contou com  um fundo de R$ 150 mil iniciais para os microempreendedores da cidade. Desde então, os números têm crescido e surpreendido até mesmo seus administradores. “Nossa meta era de seis operações ao mês, mas estamos com uma média de 14 atendimentos, superando nossas expectativas”, afirma Selma. Segundo último censo do IBGE, a cidade possui 9.585 habitantes.

Confira o desempenho da unidade em cada um dos quatro anos de existência.

2013: 42 operações de crédito, num total de R$ 242 mil emprestados
2014: 56 operações de crédito, num total de R$ 222 mil emprestados
2015: 61 operações de crédito, num total de R$ 296 mil emprestados
2016: 14 operações de crédito, num total de R$ 67 mil emprestados
2017: Até maio, 50 operações, num total de R$ 344 mil emprestados

O BPP de Euclides da Cunha se localiza na Av. Antônio Joaquim Mano, 02.

Sobre o BPP

Com a menor taxa de juros do país – 0,35% ao mês -, o Banco do Povo Paulista (BPP), programa de microcrédito produtivo desenvolvido pelo Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho (SERT), em parceria com prefeituras, tem como intuito promover o empreendedorismo, bem como geração de emprego e renda.

O BPP oferece financiamentos para empreendedores de micros e pequenos negócios, para capital de giro e investimento fixo, como forma de viabilizar o desenvolvimento social e econômico local. Os empréstimos variam de R$ 200 a R$ 20 mil.