Emprego e Agricultura assinam termo de cooperação para facilitar acesso ao crédito

São Paulo, 5 de maio de 2017 – As secretarias estaduais do Emprego e Relações do Trabalho (SERT) e de Agricultura e Abastecimento (SAA) firmaram ontem (4 de maio), durante a Agrishow (Feira Internacional de Tecnologia Agrícola em Ação), em Ribeirão Preto, um termo de cooperação técnica que objetiva facilitar o acesso ao crédito por parte de produtores rurais.

O documento foi assinado pelos titulares das duas Pastas, José Luiz Ribeiro e Arnaldo Jardim, respectivamente. O ato teve como testemunhas o prefeito Duarte Nogueira e o deputado estadual Davi Zaia.

34342618141_55cdde63a5_h

O Banco do Povo Paulista (BPP/SERT) foi representado por seu diretor-executivo, Marcos Wolff, e o Fundo de Expansão do Agronegócio Paulista (Feap/SAA), pelo secretário-executivo Fernando Penteado.

Também estiveram na cerimônia o diretor-regional da SERT Ismael Colosi e o titular da Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (Cati), responsável pelas Casas de Agricultura, João Brunelli Junior, além de produtores, representantes de entidades e instituições ligadas ao agronegócio.

Zé Luiz destacou a importância da ação conjunta neste momento de crise. “Essa medida é muito importante. O Banco do Povo trabalha muito a questão do empreendedorismo, de apoiar o empreendedor com juros baixíssimos (de 0,35% ao mês). Essa parceria veio na hora certa, porque ajudaremos as pessoas a empreenderem”, disse.

Jardim enalteceu o trabalho desenvolvido pelo Banco do Povo e a democratização do financiamento. “Ele tem uma função extraordinária para o microcrédito, para incrementar o crescimento. E agora estamos dando um passo fundamental”, afirmou.

33630577984_eff399becb_h
A ideia é que o produtor receba nas Casas de Agricultura as informações necessárias para acessar os recursos do BPP, o que pode ser viabilizado no próprio município ou no mais próximo em que haja uma agência.

Por oferecer valores menores de empréstimo – até R$ 20 mil para pessoas físicas e R$ 25 mil para associações e cooperativas, o BPP preenche uma lacuna e amplia as possibilidades, especialmente do agricultor de pequeno porte, já que os valores médios do Feap estão na casa dos R$ 100 mil.

O assunto havia sido tratado em reunião no dia 11 de abril e pode ser a primeira de várias parcerias entre os dois órgãos. Em encontros futuros, os técnicos dos dois programas e da Cati vão discutir como será operacionalizada a iniciativa.

Saiba mais
BPP – www.bancodopovo.sp.gov.br
Feap – www.agricultura.sp.gov.br/quem-somos/feap-credito-e-seguro-rural

Assessoria de Comunicação/SERT
Texto: Adriana Rota
Fotos: Paulo Cesar Rocha
*mais imagens em www.flickr.com/photos/sertsp/albums/72157681335325791