Selo Paulista da Diversidade

O Selo Paulista de Diversidade foi instituído pelo Governo do Estado de São Paulo no dia 22 de agosto de 2007, pelo Decreto 52.080, tendo como objetivo estimular as organizações públicas, privadas e da sociedade civil a inserir este assunto na sua gestão de recursos humanos.

Essa certificação é um dos programas da Secretaria de Emprego e Relações de Trabalho (SERT) e faz parte de suas políticas de inserção no mercado de trabalho. Tal política pública difunde o conceito que a força de trabalho diversificada, antes de ser vista como responsabilidade social ou exigência legal, deve ser vista como estratégia empresarial de sucesso e sobrevivência em um mercado globalizado e em constante mudança.

Objetivo

O objetivo principal é DESTACAR BOAS PRÁTICAS EMPRESARIAIS como ação estratégica pela igualdade de direitos e da cidadania.

Essas boas práticas são relacionadas à inclusão na política de recursos humanos das empresas na discussão, preocupação e inclusão das temáticas das pessoas com deficiência, e as questões étnicas, raciais, de gênero, idade, orientação sexual e identidade de gênero, e para difundir a cultura de respeito, valorização e promoção da igualdade nos ambientes de trabalho.

Público-Alvo

É reservada às organizações privadas e da sociedade civil elegíveis, que se comprometam ou já tenham ação envolvendo as temáticas que são objeto do Selo.

Critérios para Concessão

O Selo Paulista da Diversidade, como certificação, pretende estimular um processo evolutivo de promoção da equidade na gestão e para isso foram criadas duas categorias:   “Selo Paulista da Diversidade – Adesão” e “Selo Paulista da Diversidade – Pleno”.

Selo Adesão: é reservada às organizações privadas e da sociedade civis elegíveis que possuam, em fase de estudo, desenvolvimento, implementação e avaliação, plano de trabalho que expresse a política da diversidade, que após a inscrição, encaminham projeto de implantação da diversidade, que será avaliado pela equipe do Selo e pelo Comitê Gestor do mesmo, para sua aprovação.

Selo Pleno:  é reservada às organizações privadas e da sociedade civis elegíveis que estejam em níveis avançados nos planos de trabalho decorrentes de sua política da diversidade, podendo ou não possuir previamente o Selo na Categoria Adesão. Os planos de trabalhos e as ações das empresas passarão por processo de auditoria realizado por Certificadoras homologadas pelo Estado, e após esta etapa, o relatório é submetido ao Comitê Gestor para deliberação e aprovação.

Peça o regulamento e verifique em que categoria sua empresa se enquadra e encaminhe uma mensagem se houver necessidade de maiores esclarecimentos.

 

Quem já é certificado

Atualmente o programa conta atualmente com 25 empresas Certificadas.

São 12 empresas pelo Selo Pleno:   Accenture do Brasil Ltda.; Associação Comercial de São Paulo; Banco Bradesco S/A; Comgás; Companhia Brasileira de Distribuição – Pão de Açúcar; Companhia de Saneamento Básico do Estado de SP – Sabesp; Companhia Energética de São Paulo – CESP; Dow Química S/A; Equipalcool; Jarí Celulose, papel e embalagem S/A – Grupo Orsa; Mondelez S/A; Veyance Technologies do Brasil- Goodyear do Brasil.

E 13 pelo Selo Adesão: Basf S.A; Embraer S.A.; Novartis; Banco Citibank S.A; Pfizer; Atento Brasil; KPMG; Sodexo; DELL; Central Nacional Unimed; Odebrecht Realizações Imobiliárias; Pinheiro Neto Advogados; Fersol Indústria E Comercio S/A.

Serviço

Para mais informações, ligue nos números (11) 3241 7489 ou mande um e-mail para  sediversidade@sp.gov.br .