Estado qualifica cidadãos em Cabreúva

No município, 20% dos participantes conseguiram emprego antes do término do curso;

O Programa Estadual de Qualificação, ação gerenciada pela Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho, realizou a formatura de 58 alunos em Cabreúva, município da região de Campinas. Foram duas turmas que passaram pelos cursos de “Auxiliar Administrativo” e “Técnico em Vendas”. Durante dois meses, foram qualificados e a partir de agora estão prontos para o mercado de trabalho.

“A presença de bons professores e a boa vontade de vocês impulsionam o curso”, disse o secretário-adjunto de Estado do Emprego, Eufrozino Pereira, aos formandos na Câmara Municipal, que recebeu a cerimônia. Além do secretário, estiveram presentes o presidente da Câmara, Antônio Carlos Mangini, os vereadores Arnaldo Zicatti e Noemi Bernardes, a diretora regional Ana Paula Marques, entre outros representantes do município.

Uma das grandes conquistas do PEQ no município é a eficácia. “De todos os participantes que passaram pelas turmas, 20% conseguiram um emprego antes mesmo do término do curso. Isso mostra que estamos alcançando nosso objetivo”, afirmou Mangini. “Se uma pessoa tem qualificação, tem mais chances de oferecer uma vida mais digna para a sua família”, completou.

O PEQ beneficia, de forma sintonizada, tanto o mercado de trabalho quanto as pessoas que procuram emprego. Os cursos foram definidos de acordo com os segmentos com maior demanda e atendem cidadãos que estão no auge da capacidade produtiva, têm grandes responsabilidades familiares e menos chance de voltarem para a escola.

“Se 20% já conseguiram uma inserção, vejo que os 80% restantes tem boas possibilidades”, disse Pereira, baseado nos dados informados. “Sem capacitação e sem qualificação, não há espaço no mercado de trabalho”, completou.

Ana Paula ressaltou o momento do país. “Temos passado dias difíceis, mas estamos aqui buscando qualificação. Sem dúvida, dias melhores virão”, disse a diretora regional. “E quando esses dias chegarem, vocês estarão preparados.”

Sobre o PEQ

 

Ligado à Coordenação de Políticas de Emprego e Renda da SERT, o PEQ busca capacitar o aluno para aumentar suas possibilidades de inserção no mercado de trabalho. Os cursos têm carga horária de cerca de 160 horas. Estão divididos em habilidades gerais (40 horas) – com reforço do ensino básico (português, matemática, conhecimentos gerais e cidadania) – e em habilidades específicas (120 horas), com aulas teóricas e práticas sobre a profissão. Os alunos recebem bolsa-auxílio de R$ 330 mensais