Governador anuncia implantação do Selo Recomeço

Ação vai recolocar dependentes químicos no mercado de trabalho

São Paulo, 27 de maio de 2014 – “Temos o dever de ajudar quem precisa mais”. A afirmação foi feita pelo governador Geraldo Alckmin na manhã desta terça-feira (27), durante a implantação do Selo Parceiros do Programa Recomeço. O evento aconteceu no Palácio dos Bandeirantes, às 10h, e contou com as presenças dos secretários envolvidos no programa, empresários e ex-dependentes.

A iniciativa visa estabelecer parceria com empresas privadas na contratação das pessoas que saem do Programa Recomeço. Criado em 2013, o Recomeço atende e trata dependentes químicos e familiares.

A secretária da Justiça, Eloísa Arruda, que fez a abertura do evento, agradeceu a parceria dos empresários e parabenizou os ex-dependentes presentes.

Em um discurso emocionado, o empresário Sérgio de Nadai, presidente do Lidesolidariedade, falou sobre a experiência pessoal que teve com um primo viciado. “Nem ver um filho morto é tão ruim quanto ver o filho  humilhado em função das drogas”, afirmou. Ao final, De Nadai prometeu diretamente ao governador “5 vagas por mês” aos ex-dependentes em sua empresa.

Para o secretário do Emprego em exercício, Eufrozino Pereira, o Selo vai ser um “atrativo para sensibilizar o empresariado para a causa”. “O governo do Estado através de tantas secretarias, como disse o governador, está fazendo um belo trabalho de equipe”, concluiu.

O Selo será concedido a organizações públicas, privadas e da sociedade civil que desenvolvam programas, projetos ou ações de prevenção, tratamento, reinserção social, acesso à justiça e cidadania e de redução de situações de vulnerabilidade social e de saúde, a dependentes químicos, especialmente o crack, e seus familiares, em seus ambientes e em suas áreas de atuação.