Imigrantes concluem turma do Time do Emprego na Capital

Seja para estudar, para fugir dos problemas dos seus países de origem ou algum outro motivo qualquer, muitos têm procurado o Brasil em busca de melhores condições de vida. Com isso em vista, a Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho (SERT) realizou nesta quarta-feira (27) a formatura de 28 imigrantes no Time do Emprego, ação que visa preparar o cidadão para os desafios do mercado de trabalho.

“Um dos grandes diferenciais que pode se ver nas turmas para imigrantes é a dedicação e a força de vontade dos participantes” explicou Thais Alcântara, facilitadora do Time do Emprego. “Eles estão dispostos a mudar de vida, não importando a função que vão desempenhar. Aceitam vagas que muitas vezes os brasileiros têm dificuldade em aceitar”, completou.

Durante 12 encontros, os participantes puderam vivenciar um pouco do mercado de trabalho encontrado no país. Receberam orientações sobre a elaboração de currículos, apresentação pessoal em entrevistas, empreendedorismo, entre outros assuntos pertinentes para o desenvolvimento profissional.

Histórias de transformação

Um bom trabalho produz frutos. Pedro Walelu, de 29 anos, saiu de Angola devido a problemas políticos e chegou ao Brasil para mudar de vida. Em três meses, conseguiu alcançar um dos seus objetivos. “Já consegui meu trabalho na área. Fiz o curso do Time do Emprego e me ajudou muito. Consegui ir bem na entrevista de emprego e aprendi muito sobre a cultura do país”, disse Pedro, que irá trabalhar como cuidador de idosos.

Thierno Barry, de 36 anos, deixou sua esposa e os três filhos em Guiné em busca de melhores condições. “Ainda não consegui um emprego aqui, mas procuro todos os dias. Tento melhorar meu português”, afirmou Thierno, que aproveito os encontros do Time para se adaptar ao país. “Aqui aprendi que as coisas no Brasil são bem diferentes. Consegui me relacionar melhor com as pessoas”.

“Eu sou formado em hotelaria e turismo. Em Guiné, trabalhava na área. Aqui no Brasil ainda não consegui nada, mas hoje mesmo estou indo para uma entrevista de emprego”, explicou Mamadou Korka, que há sete meses saiu também de Guiné por causa de problemas políticos.

A alegria pela certificação no Time do Emprego pôde ser vista no rosto de cada um dos participantes.  “Estou muito feliz. Gostei muito curso. Aprendi a fazer uma entrevista de emprego. Estou muito feliz mesmo! Gostei muito da professora”, disse Karina Nsimba. “Não pagamos nada por isso e o curso vai nos ajudar demais”, complementou Joaquim Ndombo.

Mais sobre o Time do Emprego

O Time do Emprego é um programa que tem o objetivo de orientar e preparar o trabalhador na busca de um emprego compatível com seus interesses, habilidades e qualificação profissional. O conteúdo é desenvolvido durante 12 encontros (uma ou duas vezes por semana), de três horas cada um, com grupos de 20 a 30 pessoas.

Os participantes formam um “time”, um grupo, para troca de experiências e procura conjunta por emprego ou ocupação. Durante esses encontros, eles recebem orientações sobre elaboração de currículo e preparação para entrevistas de emprego, são incentivados a conhecerem a si mesmos e suas habilidades e competências e estabelecem metas de trabalho e de vida – para que tenham sucesso na busca por uma colocação no mercado de trabalho.