Inaugurado Banco do Povo Paulista em Igaratá

São Paulo, 7 de março de 2018 – A microempresária das áreas de arquitetura e marcenaria, Lucilene Triano, esteve nesta quarta-feira (7 de março) de manhã na Prefeitura de Igaratá prestigiando a inauguração do Banco do Povo Paulista (BPP). Seu objetivo, a exemplo de outros vários munícipes que compareceram à cerimônia, era obter mais informações sobre o programa de microcrédito produtivo desenvolvido pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria Estadual do Emprego e Relações do Trabalho (SERT) em parceria com as administrações locais, para promover a geração de emprego e renda.

“Sou de São Paulo, moro há 12 anos em Igaratá, mas minha família tem chácara aqui há 40 anos. Trabalho principalmente com móveis planejados. Sou microempreendedora individual e são muitas as dificuldades para conseguir recursos nos bancos comerciais. Gostaria de ampliar o maquinário e o número de funcionários. Já atendo todo o Vale do Paraíba, mas vejo possibilidade de crescer. Deixo às vezes de ganhar e vou aplicando no funcionário e em matéria-prima, é sempre apertado. Hoje tenho um registrado e os outros nove prestam serviço como autônomos. Gostaria de oferecer estabilidade a eles, também retomar um projeto antigo de capacitar jovens em marcenaria, para não ficarem na rua e terem uma profissão”, confidenciou.

Cercado por autoridades do município e da região, incluindo o prefeito Celso Fortes Palau, a vice Nedi Prianti, o representante da Câmara de Vereadores, Jair Rufino, o diretor-regional da Pasta, Marco Pazzini, o coordenador de Políticas de Empreendedorismo e diretor-executivo do BPP, Marcos Wolff, e o agente de crédito Rogério Aparecido de Camargo, o secretário José Luiz Ribeiro descerrou a placa de inauguração, cortou a fita, assinou o convênio e disse dos planos de levar à cidade também outras ações como a Frente de Trabalho, Time do Emprego e o Programa Estadual de Qualificação Profissional (PEQ).

“O prefeito esteve lá (no Gabinete da SERT) reivindicando e a gente tem esse compromisso de trazer mais programas para a cidade”, comentou. Zé Luiz falou do dinamismo no mundo do trabalho e da necessidade do empreendedorismo. Lembrou, ainda, do Dia da Mulher, contou um pouco de sua trajetória, que passa pelo ramo da metalurgia, sindicalismo e do fato de ser o primeiro vereador de São Paulo (eleito em Piracicaba) alçado à condição de secretário de Estado, e salientou a beleza, a qualidade de vida e o acolhimento oferecidos por Igaratá, fatores que serão potencializados com a implantação do BPP. “O turismo, vocação local, vai poder crescer com ainda mais sustentabilidade.”
Já Palau mencionou que desde 2003 está pronta a lei que permitiria a implantação do programa na cidade, mas apenas agora, com um empenho do secretário e sua equipe em atender à solicitação, foi possível efetivar a parceria. “O BPP beneficia quem está à margem do sistema dos bancos convencionais. Temos uma informalidade muito grande, um nível educacional que precisa ser aprimorado no município, mas também empreendedores natos que agora terão opção de abrir os próprios negócios e de sobreviver deles. E o Banco do Povo vem num momento especial, em que estamos para ser declarados município de interesse turístico”, comemorou.

O BPP funciona dentro da Prefeitura, na avenida Benedito Rodrigues de Freitas, 330, Centro. O aporte inicial para empréstimo destinado à cidade é de R$ 150 mil. É possível obter recursos de até R$ 5 mil (pessoa física), até R$ 20 mil (jurídica) e até R$ 25 mil no caso de cooperativas e associações. Essa é a unidade de número 545 do Estado. Saiba mais sobre o programa, que está completando 20 anos com 500 mil empreendedores beneficiados, em www.bancodopovo.sp.gov.br)

Assessoria de Comunicação/SERT
Texto:
Adriana Rota
Fotos: Paulo Cesar Rocha
*confira mais imagens: http://bit.ly/2FsGkP3