José Luiz Ribeiro se despede da SERT

Após três anos de muito empenho, chega ao fim a trajetória de José Luiz Ribeiro a frente da SERT. Um encontro com todos os servidores da secretaria na manhã desta quinta-feira (05) selou o trabalho realizado no período. A partir de agora, Zé Luiz parte para novos desafios na área política. Irá se candidatar a uma vaga na Câmara dos Deputados, em Brasília.

O evento marcou também a despedida de outros representantes da SERT. A coordenadora de Operações, Sônia Esteves, e os diretores regionais da Capital, Sidney Cruz, e da SP Leste, Geraldo Oliveira, que irão se candidatar ao cargo de deputado estadual em São Paulo.

O chefe de gabinete da SERT, Pedro Nepomuceno Filho, conduziu os trabalhos e não conteve sua emoção. “É nos piores momentos que precisamos ter tranquilidade. O mesmo vento que passa é o que se torna furacão. Tudo depende da intensidade. E você ensinou a gente a ter essa tranquilidade nos momentos mais difíceis”, disse Nepomuceno. Você leva um pouco de nós, mas nós ficamos com muito de você”, completou.

“Não somos ilhas para vivermos isolados”

Em um discurso emotivo, Zé Luiz explicitou o trabalho em equipe realizado em sua gestão. “Quero deixar claro para vocês o quanto vocês são especiais. Não somos ilhas para vivermos isolados. Ninguém trabalha sozinho”, disse.

Após assistir a um vídeo com as principais conquistas da SERT sob o seu comando, se disse impressionado. “Vocês já pararam pra pensar em quantas pessoas nós ajudamos? Imagine quantas histórias de transformação a gente ajudou a criar. Fico feliz por esse trabalho feito em equipe.”

Por meio da SERT e seus programas, o cidadão paulista pode melhorar suas capacidades, se aproximar do mercado de trabalho e, como o próprio secretário diz, ter dignidade. Como diz em seus discursos, “o primeiro direito do trabalhador é o emprego”.

Zé Luiz também destacou a visibilidade frente ao governador Geraldo Alckmin. “Hoje a nossa secretaria tem 95% de aprovação do governo. Foi o Zé? Não! Foram vocês!”, afirmou. “Para que as pessoas sejam transformadas e que a SERT faça um bom papel, cada um de nós deve cumprir fielmente o seu papel”, completou.

Temente a Deus, encerrou o encontro com a oração do Pai Nosso. “Devemos agradecer a Deus por cada coisa que aconteceu aqui”.

 

O caminho

A trajetória de Zé Luiz foi marcada por diversas conquistas institucionais. Pela primeira vez, a secretária contou com duas coordenadorias comandadas por mulheres – a CPER, por Sara Diego, e a COP, por Sônia Esteves. Além delas, outras ações são chefiadas pelo público feminino, como o Time do Emprego, o Trabalho Decente, a Comissão Estadual do Emprego, o PEQ, entre outras.

“Você marcou a nossa vida por ser um batalhador, pelo trabalho solidário”, disse Sara. Sônia destacou o convívio com Zé Luiz e com os outros servidores. “Aprendi muito com as pessoas que me acolheram. Fiz amigos que me respeitaram pelo que sou e pelo que fiz.”

Zé Luiz também se orgulha de um fato inédito. É o primeiro vereador a se tornar secretário de Estado em São Paulo. Ainda mais, foi o secretário de emprego a ficar mais tempo a frente da pasta. “Passei os melhores anos da minha vida aqui. Só tenho que agradecer. É hora de olhar para trás e ver tudo o que já fiz”, disse.

Passagem de bastão

Enquanto não há a nomeação, o secretário Eufrozino Pereira assume a pasta interinamente. “Nós enfrentamos diversas dificuldades orçamentárias, mas não medimos esforços para diminuir os efeitos para o trabalhador”, afirmou Pereira. “Ele foi muito competente, prestativo, respeitador e analítico. Ele nos ajudou muito e continuará presente aqui. Ainda precisaremos muito de sua ajuda”, completou.

Com a responsabilidade de conduzir a secretaria até a chegada do novo titular da pasta, Pereira fez questão de manifestar sua gratidão pelos serviços prestados pelos que estão de saída. “O sucesso de vocês nessa nova empreitada também é o nosso sucesso. Esse é o momento de agradecer por todo o trabalho que foi feito”, disse Pereira.

 

Números e conquistas

Durante os três anos à frente da pasta, Zé Luiz foi responsável por beneficiar milhares de pessoas em todo o Estado. Os Postos de Atendimento ao Trabalhador (PATs) intermediaram a contratação de mais de 177 mil pessoas.

Ao todo, foram atendidas 3,7 milhões  solicitações de Seguro Desemprego e 2,9 milhões de Carteiras de Trabalho emitidas, direitos garantidos pela constituição ao trabalhador. E para ampliar o acesso a esses direitos, foi inaugurado o PAT do Grajaú, na Zona Sul da Capital.

O Banco do Povo Paulista (BPP), maior programa de microcrédito estadual do país, emprestou aproximadamente R$ 496 milhões em quase 79 mil operações, com nove novas agências inauguradas.

O Programa de Apoio à Pessoa com Deficiência (PADEF) colaborou na inserção de 4,5 mil profissionais, além de participar ativamente de diversas ações em prol do trabalhador com deficiência.

O Pró-Egresso inscreveu 95 mil reeducandos. O Programa Emergencial de Auxílio-Desemprego (PEAD), mais conhecido como Frente de Trabalho, beneficiou 17,3 mil bolsistas de 103 municípios.

Os jovens também tiveram parte nas ações. O Aprendiz Paulista auxiliou na contratação de mais de seis mil estudantes, enquanto o Jovem Cidadão inseriu 13 mil estagiários no mercado de trabalho.

17,1 mil pessoas foram qualificadas por meio do Programa Estadual de Qualificação (PEQ), que atendeu 180 municípios. Já o Time do Emprego contou com a participação de 38,5 mil pessoas em quase 1,6 mil turmas. Os “Encontrões” do programa propiciaram a aproximação entre facilitadores e outros agentes envolvidos na sua realização.

A Comissão Estadual do Emprego (CEE) conquistou e mantém 336 comissões ativas. Já o Trabalho Decente certificou três empresas por boas práticas. Apresentou um plano de ação para atender aos requisitos da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável da Organização das Nações Unidas (ONU) e foi destaque internacional num simpósio realizado na Itália.

O Selo Paulista da Diversidade certificou 17 empresas, totalizando 42.

Uma vida em prol do trabalhador

Nascido em Anhembi, interior de São Paulo, em 10 de novembro de 1960, precisou ajudar a família, numerosa, trabalhando na roça ainda na infância. Nessa época ia para a escola na carroceria de um caminhão, por mais de 20 quilômetros.

Prestes a completar 16 anos foi para Piracicaba. Cursou o SENAI e na década de 80 começou a atuar como metalúrgico. Pai de quatro filhos, as gêmeas, mais novas, são da união com a escritora, palestrante e empresária Andressa Mascaro.

Trouxe para a SERT sua experiência de mais de 30 anos na área sindical, 20 deles como presidente do Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos, além da passagem por entidades como a Federação do Estado, a Confederação Nacional e a Força Sindical e de 10 anos como vereador do município de Piracicaba, o mais votado em dois de seus três mandatos.

Na Câmara atuou como líder de Governo, ocupando também a presidência e a relatoria de comissões. Um de seus maiores feitos no período foi a criação do Fórum Permanente de Desenvolvimento Industrial e Relação de Trabalho da cidade.

Dentre as principais conquistas no período, destaque também para a criação do parque automotivo, que deu um “respiro” para a cidade, gradativamente afetada pela crise no setor sucroenergético, que sempre foi sua base econômica.

Atuou na criação da Comissão de Municipal de Trabalho e Renda (Com-Emprego), o que se tornou o embrião para o surgimento da Secretaria Municipal de Emprego e Relação de Trabalho de Piracicaba.

Lutou para implantar a Comissão Municipal de Segurança e Prevenção de Acidentes do Trabalho, que se tornou referência e posteriormente deu origem ao Centro de Referência do Trabalhador.

A proximidade com órgãos de Governo e organizações dos diversos âmbitos, com enfoque no diálogo, sempre propiciaram a José Luiz conquistas por onde passou.

Candidato a deputado estadual em 2010 ficou na suplência, o mesmo ocorrendo nas eleições de 2014, desta vez a federal, quando teve mais de 38,8 mil votos.

Assessoria de Comunicação – Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho