Lei de Cotas: Celebração no Ibirapuera marca 25º aniversário

IMG_7584

  Centenas de pessoas assistiram a atividades artísticas e culturais feitas por pessoas com deficiência; a equipe do PADEF participou da festa

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Brasil possui cerca de 46 milhões de pessoas com deficiência. Em São Paulo, são quase 10 milhões. Mas, se tirar os menores de 16 anos e maiores de 65, mais da metade deles estão fora do mercado de trabalho, mesmo com capacidade de desempenhar as mesmas funções de pessoas sem deficiência com a mesma qualidade.

Clique aqui e veja todas as fotos em nosso Flickr

Nesta sexta-feira (22), o Parque Ibirapuera recebeu a celebração do 25º aniversário da “Lei de Cotas”. Para comemorar, uma série de apresentações culturais foram realizadas na marquise do parque, ao lado do Museu de Arte Moderna (MAM). O Programa de Apoio à Pessoa com Deficiência (PADEF) também marcou presença, com o cadastro para vagas de emprego e informações gerais sobre o programa e suas ações. No local, os participantes também puderam receber informações sobre a Previdência Social e o INSS.

IMG_7282

 

As apresentações e a condução do evento foram realizados por pessoas com deficiência. O jovem Samuel (síndrome de Down) foi um dos mestres de cerimônias. O hino nacional, entoado pela cantora Giovana Maira (deficiência visual), teve o acompanhamento do Coral de Libras da NURAP.

Em seguida, diversas autoridades governamentais, sindicais e representantes empresariais discursaram, com um foco em comum: a igualdade de oportunidades.

Logo após os discursos, o público pôde se deleitar com uma série de apresentações artísticas de todos os estilos. Desde o lírico de Giovana, até o samba, com os grupos de percussão da NURAP, da APAE e do Grupo Arrastão. Também teve espaço para a Banda Música do Silêncio, com um repertório variado.

]IMG_7169

Instituída em 24 de julho de 1991, a Lei de Cotas determina que empresas com 100 funcionários ou mais reservem entre 2% a 5% de suas vagas de trabalho para pessoas com deficiência.

“Durante o evento, nós recebemos muitas pessoas em nossa banca que vieram em busca de informações”, disse a supervisora do PADEF, Marinalva Cruz, que contou um fato inusitado que aconteceu antes mesmo do começo do evento. “Muitas pessoas vieram do interior. Chegamos aqui duas horas antes para fazer os preparativos e um rapaz me abordou. Ele veio de Itararé (região de Sorocaba), de ônibus, e chegou às 4h da madrugada.”

“Essa festa que está acontecendo é mais que uma oportunidade de comemorar um avanço na igualdade de oportunidades. É a prova de que qualquer pessoa com deficiência pode desempenhar funções como qualquer outro. Basta acreditar”, disse Júlia, 24, que caminhava pelo parque e resolveu “espiar” o movimento.

A celebração ainda não terminou. No domingo (dia 24, quando se completam os 25 anos), a partir das 10h, acontece uma caminhada na Avenida Paulista em prol da luta pelos direitos das pessoas com deficiência e por uma sociedade mais inclusiva. A caminhada tem início no vão livre do MASP.

IMG_7155

 

Gabriel Luna
Assessoria de Imprensa da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho