PATs de Presidente Prudente e Campinas disponibilizam cursos do PRONATEC

Desempregados serão encaminhados através dos Postos

Gerenciados pela Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho (SERT), os Postos de Atendimento ao Trabalhador (PATs) da região de Campinas e do município de Presidente Prudente encaminham, a partir de amanhã (28), os requerentes do benefício do Seguro-Desemprego aos cursos de qualificação do PRONATEC – Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego. Serão obrigados a participar das aulas os cidadãos desempregados que requisitarem o auxílio por três vezes no período de dez anos.

O sistema do Ministério da Educação (MEC) divulgou uma relação de cursos. Na região de Campinas, os cidadãos terão acesso aos cursos de recepcionista, em Campinas; desenhista mecânico, em São João da Boa Vista; auxiliar de operações em logística, em Mogi-Guaçu; auxiliar financeiro, em Atibaia; operador de computador, em Jaguariúna; desenhista mecânico, em Americana; e agente de inspeção de qualidade, em Indaiatuba; entre outros. Na cidade prudentina, estão disponíveis os cursos de confeccionador de calçados, costureiro, depilador, jardineiro, monitor de recreação, pedreiro de alvenaria etc.

Todos os cursos têm carga horária mínima de 160 horas. Contudo, a responsabilidade das informações (como por exemplo, carga horária, local etc) é inteiramente do MEC e demais instituições conveniadas (Sistema S). Por sua vez, o cidadão deve comparecer nessas instituições munido da carta de encaminhamento, que é emitida nos PATs ou nas unidades do Poupatempo.

O Seguro-Desemprego não será cancelado se o cidadão participar destes cursos, e as chances dele de conseguir uma nova colocação serão bem maiores com a qualificação profissional, um dos expoentes da SERT. “O grande trunfo dos PATs será que o mesmo cidadão que irá fazer o curso através do PRONATEC voltará ao Posto mais qualificado e poderá ser encaminhado com uma maior chance de competição no mercado de trabalho”, afirma Wagner Leite, membro da Coordenação do Seguro SINE/SP (SERT).

Wagner cita um exemplo da importância do curso na vida de quem deseja ser inserido no mercado de trabalho ou mudar de setor. “Uma candidata tem o Ensino Médio completo e trabalha como copeira. A mesma não tem experiência como recepcionista, porém, se ela fizer um curso nesta área poderá mudar de função”, explica.

Desde julho, o sistema vem sendo implantado nos PATs de todo o Estado gradativamente. As regiões da Capital e Região Metropolitana, Araçatuba, Sorocaba, Ribeirão Preto, Araraquara, Vale do Ribeira, Vale do Paraíba, São José do Rio Preto, Barretos, Franca e Presidente Prudente já contam com o serviço.

 IMPLANTAÇÃO DO PRONATEC NO ESTADO DE SÃO PAULO

DATA REGIÃO
10/07/2012 Capital e Região Metropolitana
08/08/2012 Araçatuba a Sorocaba
17/08/2012 Ribeirão Preto
24/08/2012 Araraquara e Vale do Ribeira
31/08/2012 Vale do Paraíba
06/09/2012 Barretos, Franca e São José do Rio Preto
14/09/2012 Bauru, Botucatu, Litoral e Marília
28/09/2012 Campinas e Presidente Prudente

Mais informações

Criado pelo Governo Federal, em 2011, com o objetivo de ampliar a oferta de cursos de educação profissional e tecnológica, o PRONATEC (Lei n° 12.513) pretende, entre outros objetivos, expandir, interiorizar e democratizar a oferta de cursos para a população brasileira. No caso do trabalhador segurado, a prioridade é sua capacitação profissional visando a reinserção no mercado de trabalho.

Os cursos são gratuitos e os trabalhadores que participarem receberão cursos de qualidade SENAI,SENAC e pela Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, além do vale-transporte, alimentação e o material didático fornecidos pela instituição.

O Seguro-Desemprego é um benefício integrante da seguridade social, garantido pelo art. 7° dos Direitos Sociais da Constituição Federal e tem por finalidade prover assistência financeira temporária a o trabalhador dispensado involuntariamente.