PEQ realiza formatura de 450 alunos em Heliópolis

São Paulo, 19 de junho de 2018 – O governador de São Paulo, Márcio França, prestigiou na noite desta segunda-feira (18 de junho) a cerimônia de formatura dos cursos de assistente administrativo, agente comunitário de saúde e manicure e pedicure ministrados pelo Programa Estadual de Qualificação (PEQ), da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho (SERT), na sede do MSTI (Movimento dos Sem Teto do Ipiranga), localizado em Heliópolis, Zona Sul da Capital Paulista.

Ele foi recepcionado pelo secretário estadual Cícero Firmino da Silva (Martinha), acompanhado pelo deputado federal Paulo Pereira da Silva (Paulinho da Força), pelo secretário de Esporte, Lazer e Juventude Cacá Camargo e pelo líder do MSTI, Maksuel Costa, que conduz um trabalho social na comunidade local em paralelo à luta por moradia. A responsável pela Coordenação de Políticas de Emprego e Renda da SERT, Sara Diego, também compôs a mesa.

O ginásio estava lotado para receber os 450 formandos, suas famílias e amigos. Hugo de Queiroz Porto, 20 anos, fez o curso de assistente administrativo. Já havia estudado para a área de vendas, mas foi agora que de fato “se encontrou”. “Pretendo fazer faculdade de Administração, só estou esperando o Enem para tentar uma bolsa”, afirmou. Ele elogiou o conteúdo “muito bem explicado” e a atenção dada pela equipe do PEQ.

Cynthia, Hugo e Vanusa

O estudante estava acompanhado de sua mãe Vanusa, 42 anos, que escolheu fazer o curso de agente comunitário. Desempregada há dois anos, após 13 como doméstica num único local, revende cosméticos para ajudar com os gastos e está aproveitando o momento para aprender coisas novas. A filha Cynthia prestigiava os familiares.

Na ocasião, os presentes puderam também conhecer a história de Thamiris Oliveira, 28 anos, participante de um curso do PEQ de assistente administrativo em 2012 que acabou conseguindo colocação num Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT) e, posteriormente, no próprio programa, onde hoje atua no financeiro. Ela já soma quatro anos de SERT. “Antes eu era desempregada, não tinha renda, não chamava atenção aos olhos do empregador. Também não tinha nada no currículo e nem passava pela minha cabeça que poderia atingir algo maior. Agora sei que posso fazer qualquer coisa que quiser”, relatou.

Maksuel

Os pronunciamentos dos componentes da mesa ressaltaram a importância da busca contínua pelos estudos e pela qualificação profissional, que aumentam as chances de inserção no atual mercado de trabalho, tão concorrido, bem como a autoestima dos participantes. Também a importância da educação no combate à violência, consequentemente, a diminuição de gastos com todos os elos do sistema prisional.

O governador falou do empenho em aumentar o acesso ao ensino superior gratuito, o que tem sido alcançado pela ampliação da Universidade Virtual do Estado de São Paulo (Univesp). Com encontros presenciais a cada 15 dias, anunciou a ideia de implantar uma sala de aula no MSTI.

França salientou, ainda, o incentivo que o Estado dá ao empreendedorismo via Banco do Povo Paulista, programa de microcrédito gerenciado pela SERT com juro de 0,35% ao mês, inferior ao cobrado pela diversas instituições convencionais, útil àqueles que buscam empréstimos de R$ 200 a R$ 20 mil.

Sobre o PEQ

Ligado à Coordenação de Políticas de Emprego e Renda da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho (CPER/SERT), o PEQ busca capacitar o aluno para aumentar suas possibilidades de inserção no mercado de trabalho. Os cursos têm carga horária de 160 horas, divididos em habilidades gerais e específicas. Os participantes que não possuem renda recebem bolsa-auxílio de R$ 330 (como a duração é de 40 dias, recebem o integral de dois meses) e auxílio-transporte. (Mais informações em https://bit.ly/2MD05Y4)

Assessoria de Comunicação/SERT
Texto:
Adriana Rota
Fotos: Paulo Cesar Rocha
*veja mais imagens: https://bit.ly/2ll9o28