PEQ realiza formaturas em Nazaré Paulista e Piracaia

São Paulo, 23 de junho de 2017 – O dia foi de festa, ontem (22 de junho), para os formandos dos cursos oferecidos pelo Programa Estadual de Qualificação (PEQ) nos municípios de Nazaré Paulista e Piracaia. O titular da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho (SERT) José Luiz Ribeiro e o adjunto Eufrozino Pereira prestigiaram os eventos nas duas cidades, respectivamente.

 “Vocês estão tendo uma oportunidade que muitos trabalhadores buscam. Conhecimento é tudo, principalmente neste mercado competitivo de hoje. O desemprego não é culpa do prefeito, do secretário ou do governador, é uma conjuntura que nos afeta a todos. Quando a economia voltar a crescer, vai precisar de pessoas que tenham conhecimento”, afirmou Zé Luiz aos participantes.

“Para vender, por exemplo, a pessoa tem de se relacionar bem. No atendimento, a mesma coisa: todo mundo quer ser bem acolhido, bem recebido. Isso faz diferença em todo lugar. A gente precisa aprender todo dia. O emprego talvez não chegue de imediato, mas o aprendizado é primordial pra nossa vida”, concluiu.

Ele foi recebido no município pelo prefeito Candido Murilo Pinheiro Ramos, o presidente da Câmara de Vereadores Luiz Carlos Sensineli, a responsável pelo Departamento Social Elisângela Carvalho e pelo diretor de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Beto Gaja. A professora do curso de Atendimento e Recepção, Vanessa Passos, e o de Técnica de Vendas, Gilberto Gorgone Junior, também compareceram e foram saudados.

A diretora-regional da SERT Campinas, Ana Paula Brunetti, ressaltou que o curso vai além do aspecto técnico. “Ele ensina a parte de relacionamento, a parte humana, um aprendizado que é levado pela vida toda do aluno e não só no campo do trabalho”, disse.

O prefeito destacou o bom tratamento recebido quando em visita à sede da Secretaria, na capital paulista, quando também deixou protocolado um pedido para levar a Frente de Trabalho à cidade, onde há 30 hotéis, 18 marinas e a área turística está se desenvolvendo. “Nossa função é correr atrás para qualificar pessoas, depois para conseguir trazer emprego e renda.”

Nazira Aparecida de Moraes, 33 anos, divorciada, era uma das formandas de Atendimento. Desempregada há quatro anos, sobrevive de faxinas que aparecem eventualmente. Era copeira no último emprego com registro, mas adoeceu e foi demitida. A questão ainda está na Justiça.

“Achei legal. Muito bom mesmo! Aprendi coisas que não sabia. Já distribuí currículo aqui e nas cidades vizinhas, tô torcendo por uma oportunidade”. Seu diferencial é a facilidade em se relacionar com as pessoas, perceptível durante a conversa. Ela foi acompanhada pela orgulhosa mãe, dona Aparecida, que só pôde estudar um ano em sua vida.

Em Piracaia, a conversa foi com o estudante do terceiro ano do Ensino Médio João Victor Araujo, 17 anos, que se formou em Técnica de Vendas. Ainda sem oportunidade do primeiro emprego, o rapaz, que sonha fazer vestibular para Engenharia, demonstra viés empreendedor. “Comecei a vender pipa com 14 anos. Não tinha nenhuma loja perto!”, comentou. A mãe, cuidadora, é quem vive com ele e os dois irmãos. O pai ajuda nas despesas.

“O que mais gostei foram as dinâmicas para perder a timidez. Acho que funcionaram pra mim. Também conheci bastante gente, mais velha, mais nova… Um aprende com o outro, ajuda bastante. Vou usar o que vi aqui na minha vida, com certeza”, falou.

O secretário-adjunto foi recepcionado pelo prefeito José Silvino Cintra, o vice André Henrique Rogério, o vereador Rodrigo Simeone (que representou a Casa onde foi realizado o evento), a diretora do Departamento de Assistência Social Sandra Cristina dos Santos e a ex-vereadora, presidente do Sindicato das Costureiras de São Paulo e Osasco, Eunice Cabral. Pereira também foi acompanhado pela diretora-regional de Campinas.

Na ocasião, as professores dos cursos de Técnica de Vendas, Carla Costato Perroto, de Atendimento e Recepção, Laura Regina da Silva, e do curso de Assistente Administrativo, Maria Izabel de Moraes Oliveira, foram homenageadas pelos alunos.

O prefeito falou da Frente de Trabalho em andamento na cidade, com 30 participantes atuando como ajudantes de cozinha. “Somos um município com cerca de 30 mil habitantes, em que a Câmara e o Executivo trabalham juntos. Temos de bater nas portas para pedir coisas e fazemos isso. Importante ressaltar que o certificado que estão recebendo leva o nome da SERT e isso pesa no currículo”. Cintra aproveitou para convidar os presentes a se inscreverem nos cursos da Universidade Virtual, uma iniciativa também do Governo do Estado de São Paulo.

Pereira mencionou o momento difícil pelo qual atravessa o País e a necessidade do apoio de todos àqueles que buscam melhorias para a cidade. Ele também salientou o empenho dos professores, que colaboram para uma mudança de vida dos alunos. “Capacitação e qualificação são reforço da cidadania. O governador Geraldo Alckmin faz a exigência que as secretarias trabalhem para dar mais condição ao cidadão de competir no mercado e, para isso, é preciso oferecer conhecimento. As coisas não estão fáceis, mas o que vocês não podem é parar de buscar”, finalizou.

Assessoria de Comunicação/SERT
Texto e fotos:
Adriana Rota

Confira as imagens
Nazaré: http://bit.ly/2s0Kx9O
Piracaia:
http://bit.ly/2tDEd5c