Ribeirão Preto: profissionais da saúde foram os mais contratados em 2017

Cargos de gerência e supervisão os que mais demitiram

Em 2017 Ribeirão Preto interrompeu o fechamento de vagas e voltou a registrar saldo positivo na criação de novas oportunidade de emprego, ficando entre as 100 cidades do Brasil que mais abriram novas vagas.

Com a criação de 1.764 novos empregos, o setor de serviços foi o que mais apresentou progresso na contratação de profissionais, com aumento nas contratações para auxiliar de limpeza, que saltou de 50 contratações em 2016 para 453 em 2017; Assistente administrativo, com saldo negativo de 14 no retrasado, alcançou 442 nos últimos 12 meses; e recepcionista que deixou um saldo de -11 para registrar 161 pessoas com carteira assinada nesta função.

Outro destaque importante é o panorama das profissões ligadas à saúde, como socorrista (434), técnico de enfermagem (306), enfermeiro (149) e agente comunitário de saúde (69) que somam 958 novos profissionais contratados em 2017. Fator alimentado pela média dos ribeirão-pretanos que possuem convênio, média acima da média geral do Brasil, gerada pelo reaquecimento da economia e pela prioridade atribuída às famílias para a qualidade de vida, influenciada por fatores como o aumento da longevidade.

Por outro lado, o avanço da tecnologia, modernização e corte de custos incentivados pela última crise, aparentemente apresenta impacto em outas funções como vigilante (-363) e vigia (-78) que juntas somam 441 demissões em 2017; Supervisor administrativo, gerente Administrativo, supervisor de vendas comerciais, gerente de vendas e gerente de loja e de supermercados somam 556 demissões.

No primeiro caso, as preferências por instalação de serviço de monitoramento eletrônico e remoto atrelado ao aumento da conectividade aumentam a eficiência e diminuem os riscos, isso explica acentuado o número de desligamentos na área; para os casos de gerência e supervisão, o enxugamento e revisão de procedimentos objetivando maior economia obrigou empresas a eliminar intermediários em sua linha horizontal de hierarquia e, consequentemente,  cortar gastos com folha de pagamento.

No mesmo cenário vemos que funções ligadas aos serviços de alimentação: como atendente de lanchonete e auxiliar de cozinha; telemarketing e técnico e alimentador de linha de produção tendem a continuar registrando abertura de mais vagas em 2018.

Contudo, Ribeirão Preto vem retomando sua economia gradualmente, atraindo investimentos realizados pela Prefeitura Municipal, e, já dá sinais de estabilização e retorno de crescimento.

Ismael Colosi é diretor regional da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho do Estado de São Paulo em Ribeirão Preto e Região.