Rio Preto: Zé Luiz visita região e apresenta programas da SERT

Na ocasião, ele ouviu os pleitos e incentivou parcerias para enfrentamento da crise

“Precisamos conhecer as realidades locais e suas potencialidades para fazer o melhor uso das políticas públicas disponíveis, especialmente neste momento de crise”. Com este pensamento, o secretário de Estado do Emprego e Relações do Trabalho, José Luiz Ribeiro, foi a mais uma região na quinta e sexta-feiras da semana passada (3 e 4 de setembro), a de São José do Rio Preto. Além do próprio município, também houve visitas a prefeitos, representantes de entidades e Postos de Atendimento do Trabalhador (PATs) em Catanduva, Monte Aprazível, Votuporanga, Fernandópolis, Jales e Suzanápolis.

zé luiz região de rio preto
A crise econômica foi a tônica das conversas. A palavra-chave, “alternativas”. “A realidade é de cortes no orçamento e economia geral em todos os lugares. As quedas de receita têm sido muito grandes. O problema pegou forte na construção civil. Na indústria de transformação, a situação é desesperadora. Junte-se a isso inflação e juros altos… Outra questão é a falta de confiança dos investidores”, resumiu Zé Luiz em diversos momentos.

“Precisamos unificar forças, fazer algo ‘casado’ com as prefeituras, entidades, e é algo que temos conversado também com o Investe e o Desenvolve São Paulo”, afirmou, referindo-se à necessidade de formação de mão de obra voltada às vocações locais.

Sobre a Frente de Trabalho, pleito de todos os prefeitos e que está em processo de licitação, o secretário disse que está sendo preciso priorizar cidades com até 20 mil habitantes. “Se fecha uma usina, por exemplo, até uma loja que seja, quebra o município”. Ele também afirmou que a Região Metropolitana de São Paulo vai precisar de uma atenção especial. Comentou, ainda, sobre a possibilidade de a duração do programa ser modificada de nove para quatro meses, com valor maior para os beneficiados, que também aprenderiam uma atividade, ou a criação de um novo programa com esses moldes.

“O que vamos liberar em breve é o pregão eletrônico para o Programa Estadual de Qualificação Profissional (PEQ). Nele trabalhamos os cursos que são prioridade para a cidade”, disse Zé Luiz. O recém-empossado diretor-regional Bruno Bosso, responsável por 96 municípios e que acompanhou toda a viagem, completou alertando os prefeitos que os planos de trabalho para escolha de até dez cursos já foram encaminhados às administrações municipais. Os anfitriões também puderam conhecer um pouco mais a respeito de outros programas da SERT.

A agenda começou em Catanduva, onde o secretário e o recém-empossado diretor-regional Bruno Bosso conheceram as instalações do PAT, coordenado por Paulo Sandrin. Também foram recepcionados pela administradora do Poupatempo, Renata Ribeiro, e pelos assessores de gabinete do deputado estadual Alexandre Pereira, Gilberto Carlos Virgílio (Frangão) e Carlos Wanderlei.

Em reunião com o prefeito Geraldo Vinholi, o foco foi a necessidade de fortalecimento das parcerias na busca de alternativas conjuntas para fazer frente ao difícil momento econômico atual. O secretário de Desenvolvimento, Emprego e Trabalho do município, Onofre Baraldi, também participou do encontro.

Já em Rio Preto, após conhecer o prédio e os funcionários do PAT, seguiu para o Clube do Sindicato dos Metalúrgicos. Lá, Zé Luiz foi recebido pelo presidente da entidade, Marcos Donizete de Souza, por membros da diretoria, além de representantes dos sindicatos da Construção Civil, dos Empregados no Comércio, dos Empregados em Escritórios de Empresas de Transportes Rodoviários, das Indústrias de Alimentação e pelo vereador Carlão do JC.

A manhã de sexta teve início no PAT de Monte Aprazível. A responsável pelo Banco do Povo local, Maria Aparecida da Costa Zanin, e a supervisora do PAT Carla Cristina Correa Thomé, que também é facilitadora do Time do Emprego, puderam falar um pouco sobre as atividades na cidade. O presidente do Sindicato os Metalúrgicos de Mirassol, Luiz Fernando dos Santos, esteve no local, para saber quais as parcerias possíveis e colocar a entidade à disposição da Secretaria.

Em frente ao prédio da Administração Municipal, o secretário pôde acompanhar um pouco das comemorações adiantadas do Dia da Independência, com a apresentação de uma fanfarra formada por estudantes. O prefeito Mauro Vaner Pascoalão, o vice Toninho Menuci, o ex-prefeito Luiz Carlos Canheo e o chefe de Gabinete José Mário Sérvulo Blás o receberam. O secretário elogiou a localização do PAT, estrategicamente localizado no Terminal Rodoviário. “A pessoa desce do ônibus e já esta lá, podendo inclusive resolver outros assuntos ao mesmo tempo.”

No PAT de Votuporanga, em companhia da diretora Joana Maria Tomaz e do ex-deputado João Dado (que ocupou a SERT antes de Zé Luiz), o secretário pôde falar com representantes de sindicatos, da Comissão Municipal de Emprego, dos poderes Executivo e Legislativo. No gabinete do prefeito Junior Marão, estiveram presentes o secretário municipal dos Direitos Humanos, Emerson Pereira, o presidente da Câmara Municipal, Serginho da Farmácia, e os vereadores Silvio Carvalho, Walter José dos Santos, Edilson Pereira Batista e Douglas Lisboa.

Foi solicitada uma frente de trabalho diferenciada, para moradores de rua, ex-presidiários e público LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transexuais), em que o Estado destinaria R$ 300 e, a Prefeitura, R$ 100. Seria um reforço para um programa do município que já lida com pessoas em situação vulnerável. O prefeito agradeceu pelo apoio do Governo do Estado, incluindo do próprio Geraldo Alckmin, que recentemente visitou a região.

O presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Fernandópolis, José Jeson da Silva, se juntou à equipe da SERT na ida ao PAT local, dirigido por Roseli Guarnieri. No Banco do Povo, Marina Marin explicou sobre as atividades na cidade. O principal problema encontrado no local foi a situação do prédio, assunto que foi priorizado na reunião com a prefeita Ana Maria Bim, realizada na sequência, e com a chefe de gabinete Ilair de Fátima Vera Tosta. A administração tem um projeto de centralizar vários serviços num único local, que deve ser concluído nos próximos meses.

Em Jales, quatro funcionários do PAT, liderados por Maria Aparecida Fonseca Fávaro, vereadores e prefeitos da própria cidade e da região, bem como outros visitantes e servidores, prestigiaram a ida de Zé Luiz e do novo diretor-regional à cidade. “Muitas vezes o trabalhador se ilude indo para uma grande cidade. Por isso lutamos para que ele se mantenha na sua própria região, porque é onde se dá sua história”, disse o secretário, respondendo a um jornalista.

Na sequência, Zé Luiz conheceu a sede da prefeitura de Jales, tendo como anfitrião o prefeito Pedro Manoel Calado e na presença de outras autoridades e empresários.

O secretário fechou a semana em Suzanápolis, onde ouviu reivindicações de autoridades e moradores, apresentando um pouco dos programas e deixando abertas as portas da SERT para visitas e parcerias, como também fez nas demais localidades. O prefeito Osmar Mendanha Dias o recebeu em sua residência.

Veja as fotos em www.flickr.com

Adriana Rota
Comunicação da SERT