SERT comemora avanços em 2018

Apesar de a situação econômica do País ainda requerer melhoras, a Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho (SERT) comemora importantes avanços nos números de seus programas no ano de 2018.

No âmbito da Coordenação de Políticas de Emprego e Renda (CPER), o Programa Estadual de Qualificação (PEQ) teve o maior destaque: formou quase 53,3 mil alunos, ante cerca de 6 mil em 2017, graças a um aporte de recursos liberado pelo governador Márcio França.

O Time do Emprego capacitou mais de 16,6 mil cidadãos (número 2,8 mil superior) em 738 turmas (628 anteriores), com 2 mil absorvidos pelo mercado de trabalho. Houve também ligeiro salto nesse quesito (ante 1,8 mil). O Selo Paulista da Diversidade certificou 4 novas empresas no selo Adesão. Trabalho Decente foi tema de discussão em Turin, na Itália, durante curso realizado na Academia Internacional da ONU. Já a Comissão Estadual do Emprego fechou 2018 com 348 comissões municipais ativas, 12 a mais.

Na Coordenação de Políticas para Inserção no Mercado de Trabalho (CPIMT), o programa Aprendiz Paulista auxiliou na contratação de 1,9 mil estudantes (acréscimo de cerca de 460). O Jovem Cidadão, que no ano passado inseriu quase 4,1 mil estagiários, manteve essa marca.

Já a Frente de Trabalho formou 47 turmas nos mais diversos cursos e concedeu bolsas para perto de 1,3 mil trabalhadores, chegando a 44 municípios, além de parcerias com a Secretaria de Administração Penitenciária (SAP) e o Fundo Social de Solidariedade, totalizando 47 frentes, e o Pró-Egresso inscreveu mais de 25 mil reeducandos.

A Coordenação de Políticas de Empreendedorismo (CPE) comemorou os 20 anos do Banco do Povo Paulista (BPP) emprestando mais de R$ 2 bilhões em quase 465 mil empréstimos concedidos em todo o período, R$ 133,6 milhões apenas em 2018. Foram inauguradas seis novas unidades, fazendo que o BPP marque, agora, presença em 563 cidades. Uma mudança no critério de inadimplência dos contratos passou a facilitar a adesão de municípios.

Este ano, mais de 56 mil trabalhadores foram contratados graças à intermediação dos Postos de Atendimento ao Trabalhador (PATs), trabalho gerenciado pela Coordenadoria de Operações (COP). O setor de Seguro-Desemprego recebeu 1,4 milhão de solicitações e 845,8 mil carteiras de trabalho foram emitidas no período. Já o Programa de Apoio à Pessoa com Deficiência (Padef) colaborou para a inserção de 1,5 mil profissionais.

Assessoria de Comunicação – Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho