SERT comemora os 15 anos do programa Jovem Cidadão

Evento homenageia empresas participantes

17421727310_57872a3430_z

São Paulo, 13 de maio de 2015 – Na manhã desta quarta-feira (13), foi realizado na sede da Secretaria Estadual do Emprego e Relações de Trabalho (SERT), um evento em homenagem aos 15 anos do programa Jovem Cidadão. O secretário de Estado do Emprego, José Luiz Ribeiro, realizou a entrega de troféus para trinta empresas participantes do programa.

Confira as fotos do evento em nosso Flickr.

Estiveram presentes, o secretário adjunto, Eufrozino Pereira, o chefe de gabinete, Jefferson Coriteac, o coordenador de Políticas de Inserção no Mercado de Trabalho, Luciano Lourenço, os supervisores dos programas da Secretaria, os representantes das empresas homenageadas e também os jovens inseridos no mercado por meio do programa Jovem Cidadão.

José Luiz destacou a importância do programa na vida e na formação dos jovens. “O jovem precisa de oportunidade para mostrar sua capacidade e competência, ele precisa ter vez, voz e oportunidades e essa é a nossa missão. Esses jovens possuem sonhos e diferentemente do que se diz o jovem não é o futuro do País, ele é o presente!”, afirmou.

Nesses 15 anos, cerca de 21 mil empresas aderiram ao Jovem Cidadão e mais de 178 mil jovens conseguiram ingressar no mercado de trabalho por intermédio do programa. “Esse é um dia muito importante para o Jovem Cidadão, a cada ano são novas empresas que aderem ao programa e mais jovens são beneficiados, o retorno das empresas é muito bom e os jovens presentes aqui hoje confirmam o sucesso do programa”, relata Renata Ferreira, supervisora do Jovem Cidadão.

Primeiro Emprego

Vinicius Batista, 16, estudante do ensino médio e estagiário do Departamento de águas e energia elétrica conseguiu seu primeiro emprego por meio do Jovem Cidadão. “A minha função no DAEE era de arquivar documentos, tirar cópias, ajudar na parte administrativa, essa oportunidade foi muito importante porque aprendi muitas coisas novas, mudei minha visão de como é trabalhar e de como é o mercado de trabalho”, relata Vinicius.

A diretora de recursos humanos do DAEE, Elisabeth Trovão, ressaltou a importância desses jovens para a empresa. “O primeiro emprego é o que mais marca a vida dos jovens, então, procuramos incentivá-los e ajudar nesse processo, fazemos frequentes acompanhamentos, para que eles cresçam profissionalmente. Efetivamos desde 2010, 36 desses jovens”, conta Elisabeth.

Sonho realizado

Além da oportunidade profissional, o Jovem Cidadão também ajuda a realizar sonhos. Amanda Gouvêa, 16 anos, estagiária da Globo Comunicações  conta que o emprego foi a realização de um sonho. “Nunca imaginei que chegaria a uma empresa como a Globo, além de aprender muito, eu realizo um sonho diariamente, cresci muito desde que comecei a trabalhar, cada dia é uma coisa nova e não teria conseguido sem o programa Jovem Cidadão”, conta emocionada.

A representante da empresa Globo Comunicações, Andrea Salsa, destacou a responsabilidade social do programa dentro das empresas. “Esse projeto é super importante no ponto de vista de responsabilidade social, os jovens se adaptam muito bem, aqui em São Paulo os jovens participam da produção, assistem os programas, o Jovem Cidadão é um grande sucesso dentro da Rede Globo”, ressalta Andrea.

Sucesso profissional

Aline Oliveira da Silva, 23 anos, analista de RH, é um dos casos de sucesso do programa. “Consegui meu primeiro emprego através do Jovem Cidadão no Grupo Combustol & Metalpó. No começo eu auxiliava na área administrativa, depois fui para o RH, me identifiquei muito com o trabalho que realizava lá, me dedicava ao máximo e assim que surgiu uma oportunidade fui efetivada, estou na Combustol há sete anos, sou muito grata ao programa por esse sucesso em minha carreira profissional”.

Como participar

Os jovens podem se inscrever pelo site www.meuprimeirotrabalho.sp.gov.br. Para alunos do 1° ano, as inscrições são feitas exclusivamente nos Postos de Atendimento ao Trabalhador (PATs). A lista de postos que atende esta no site Jovem Cidadão. É necessário apresentar o registro de aluno escolar (RA) e informar a data de nascimento. O cadastro das empresas também pode ser realizado pelo site.

Para cada vaga disponibilizada pelas empresas, o programa encaminha três estudantes da escola mais próxima do local de trabalho. O critério de envio acontece mediante a classificação do candidato no ranking socioeconômico, que é definido no ato da inscrição.

Contratação

O jovem é contratado por seis meses. O prazo pode ser prorrogado por igual período, de acordo com a Lei de Estágio. Não existe vínculo empregatício. A empresa fica responsável pelo pagamento mínimo de R$ 3,13/hora mais o vale-transporte. Em alguns casos, o empregador oferece outros benefícios. O governo do Estado, por sua vez, oferece bolsa-auxílio de R$ 65/mês, além de seguro de vida e acidentes.

 

Ana Silvestre

Assessoria de Imprensa da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho (SERT/SP)