SERT prestigia homenagem a bombeiros em São José dos Campos

São Paulo, 6 de julho de 2015 – Isadora, 2 anos. Isabela, 6. Arthur, 5. As duas meninas são filhas da capitã do Corpo de Bombeiros de Guaratinguetá Michele Cesar. O garoto, do cabo Adevaldo Silva, de São José dos Campos. As crianças foram algumas das que abrilhantaram a homenagem prestada pela Câmara de Vereadores da cidade na noite da última sexta-feira (3 de julho) aos bombeiros que atuaram no combate ao incêndio de nove dias no bairro Alemoa, em Santos – o maior da história brasileira – e pela data dedicada a esses profissionais, comemorada um dia antes.

homenageados
“Há uma superação diária no serviço de bombeiro. É preciso estar preparado para tudo, tanto física quanto emocionalmente”, diz Michele. Indagada se anda sempre bonita e maquiada como estava na ocasião, é assertiva. “Procuro estar. Mas só em filme a mocinha tira o capacete e joga o cabelão”, brinca. Absolutamente maternal, a moça de 36 anos e 16 de serviço comanda 140 homens de 19 municípios.

Silva tem 15 anos de corporação. Demonstrava orgulho ao lado do filho, que vestia uma farda e afirmava, sem pestanejar, que quer ser bombeiro como o pai. Sobre o incêndio que ajudou a debelar no terminal de combustíveis, em abril, que mobilizou 966 bombeiros e 373 profissionais de empresas privadas e que representou um perigo real de morte, ele diz nunca ter vivenciado algo do gênero. “Não tive medo, porque a gente aprende a ter o controle, sabe o que pode ou não fazer. Mas também conhece o risco”, descreve.

evento bombeiros adjunto

O secretário Pereira, ladeado por Saint Clair (de colete verde) e Machado

“Fui cipeiro e passei por um momento difícil na minha vida. Foram poucos minutos exposto ao fogo, mas não foi fácil. É um motivo de honra e alegria estar aqui para esta homenagem. O bombeiro se dedica de corpo e alma e traz sempre a solução. Salva pessoas que nem conhece. Graças a esses guerreiros, aquele incêndio foi controlado sem vítimas. A população aplaudiu em pé”, emocionou-se o secretário do Emprego e Relações do Trabalho em exercício, Eufrozino Pereira da Silva, que representou o governador Geraldo Alckmin no evento.

Dentre as autoridades também estiveram o vereador e presidente da Câmara Shakespeare Carvalho, o secretário municipal de Defesa do Cidadão, Sérgio Werneck de Almeida, representando o prefeito Carlos Almeida, o secretário de Relações do Trabalho Miranda Ueb Machado, o deputado estadual Hélio Nishimoto, representantes do Corpo de Bombeiros do Estado, do Comando de Policiamento do Interior, da corporação no Vale do Paraíba, São José dos Campos e Jacareí, e da Refinaria Henrique Lage. A SERT esteve representada, ainda, pelo diretor do Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT), Ricardo Simões, e pelo assessor da secretaria, Saint Claire da Rocha Coutinho Sobrinho.

A banda da Polícia Militar abriu os trabalhos, que foram seguidos de depoimentos, palestra, vídeos e entrega de placas de homenagens a mais de 40 profissionais da região do Vale do Paraíba, dentre bombeiros militares, civis e outros que colaboraram para o desfecho positivo do incidente na Alemoa, que teve repercussão mundial. Onze mil habitantes estavam a 600 metros do incêndio, no bairro Saboó. Apesar do alto risco, não houve vítimas.

Adriana Rota
Assessoria de Comunicação da SERT