SERT realiza visita na unidade Chiquinha Gonzaga da Fundação Casa

São Paulo, 9 de agosto de 2017 –   O Time do Emprego, programa estadual coordenado pela Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho (SERT), iniciou no dia 24 de julho os encontros com os jovens internos em regime socioeducativo da Fundação Casa, e, nesta quarta-feira (8/8), a supervisora do programa, Sandra Império visitou a unidade feminina Chiquinha Gonzaga, localizada no bairro da Mooca, onde há uma turma de dez participantes.

Acompanhada das jornalistas Moniele Nogueira, da Rede Vida de Televisão, e Tânia Melo, da Imprensa Oficial, a visita teve como objetivo conhecer as participantes e saber como se sentem ao participar do programa.

 

Fundação Casa 2

 

“Estou gostando de participar do Time do Emprego. Já trabalhei antes, mas com esse treinamento eu consigo ver no que preciso mudar. Agora estou preparada pra quando sair daqui encontrar um emprego” comentou uma das participantes.

Sandra Império Sandra Império 2

“Elas estão sendo treinadas e terão uma dimensão do que é o mundo do trabalho. Poderão se preparar para conquistar seu espaço, fazer planos e encontrar o caminho para um novo futuro”, afirmou Sandra.

O clima era de empolgação por parte das jovens por terem a oportunidade de conhecer pessoalmente a representante do programa e contar sobre suas expectativas, planos e conquistas.

Como funciona

Durante alguns encontros os facilitadores (profissionais responsáveis pela abordagem dos conteúdos) apresentam técnicas de direcionamento ao mercado de trabalho, aperfeiçoamento de habilidades, produção de currículos, dicas de comportamento em entrevistas, entre outros assuntos.

Oportunidade

A reinserção social e a oportunidade de apreender conhecimentos importantes para a conquista de um emprego são pontos destacados pelo secretário de Estado do Emprego, José Luiz. “Trata-se de uma ação socioeducativa que, certamente, fará a diferença na vida dessas jovens que iniciarão as atividades”, destaca. “A missão do governo do Estado é proporcionar ferramentas para que as pessoas tenham condições de reinserção social e profissional”, acrescenta o titular da pasta.