Time do Emprego faz ação inédita com a Fundação Casa: 555 participantes, em 55 turmas

São Paulo, 21 de julho de 2017 – Quinhentos e cinquenta e cinco participantes, em 55 turmas montadas em 51 unidades da Fundação Casa de sete regiões do interior, além do litoral, da Capital e zonas Norte, Sul, Leste e Oeste de São Paulo. Esses são os números expressivos de uma ação inédita do Time do Emprego iniciada nesta quinta-feira (20 de julho), que segue até o final de agosto.

A supervisora do programa, Sandra Império, diz que desde 2015 existia uma negociação com a Fundação Casa para que o Time se estendesse por todas as unidades, considerando os resultados significativos de ressocialização dos jovens internos em regime socioeducativo. A preparação envolveu a capacitação de 79 agentes públicos, pedagogos da entidade.

11796347_10207443813721384_900163359290163908_n

Em 2016 foram ministrados 32 times em 15 unidades por facilitadores (como são conhecidos os professores) indicados por entidades como Centros de Referência de Assistência Social (Cras), secretarias municipais e funcionários de parcerias da própria Fundação, mas somente em abril deste ano foi assinado o Termo de Parceria entre a Secretaria Estadual do Emprego e Relações do Trabalho (SERT) e a Fundação Casa para o desenvolvimento do Programa no regime de administração plena.

“Essa parceria vai muito além das questões de trabalho, emprego e renda: tem como foco o desenvolvimento humano, social e profissional dos participantes”, afirma o secretário José Luiz Ribeiro.

Nas turmas formadas nas unidades de administração compartilhada, segundo Sandra, foi relatada uma nítida mudança comportamental dos participantes não só enquanto cumpriam as medidas socioeducativas, mas também fora dos “portões”.

“A ressocialização foi mais bem-sucedida, a adaptação e a recepção pelas famílias muito melhor do que a habitual em função do aprendizado, da autoestima e do desenvolvimento de relacionamento em grupo. Passaram a ter uma visão da vida e do trabalho que não tinham. A própria Fundação reconheceu os méritos, que originou essa nossa parceria recente.”

Os facilitadores do próprio Time, que treinaram os demais, teriam apresentado uma motivação ainda maior. “Houve empenho pessoal grande mesmo da parte deles para que tudo acontecesse da melhor forma. Para todos nós, essa parceria é encarada como uma vitória. O programa visa a empregabilidade, mas o conteúdo traz transformação para todos os envolvidos. Os facilitadores encararam com garra desde o começo. Sabemos que vamos colher bons resultados porque tudo é feito com muito amor”, conclui Sandra.

Sobre o programa
O Time do Emprego é um programa do Governo do Estado de São Paulo, conduzido pela SERT por meio da sua Coordenação de Políticas de Emprego e Renda (CPER), que tem como objetivo auxiliar no ingresso ou na volta ao mercado de trabalho.

A metodologia consiste na formação de grupos de desempregados e jovens em busca do primeiro emprego, a partir dos 16 anos de idade, para troca de experiências, criando-se um clima de solidariedade e apoio mútuo, o que ocorre em 12 encontros.

As ações são focadas no resgate e elevação da autoestima, do conhecimento interior, reconhecimento de habilidades e competências e incentivo ao empreendedorismo.

Assessoria de Comunicação/SERT
Texto: Adriana Rota