Time do Emprego irá capacitar jovens da Fundação Casa de Franca

Serão 35 vagas disponibilizadas para jovens internos ou em liberdade assistida

O Time do Emprego, programa estadual coordenado pela Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho (SERT), mais uma vez irá levar esperança e capacitação a internos das duas unidades da Fundação Casa (Centro de Atendimento Socioeducativo ao Adolescente) de Franca “Dom Hélder Câmara.”

Uma turma será composta por 20 jovens do Centro de Internação, as aulas serão iniciadas em 1º de outubro, quinta-feira, das 14h às 17h, na unidade Dom Hélder Câmara – Centro de Internação, que fica na Avenida Sidney Romeu de Andrade, s/n – Jd. Marambaia – Franca.

A segunda turma, será composta por 15 participantes, o início das aulas está previsto para 2 de outubro. Os encontros ocorrerão todas, as sextas das 9h às 12h, na unidade Dom Hélder Câmara – República/Semiliberdade, situada na rua Tiradentes, nº 1599 – Centro – Franca.

Os facilitadores (profissionais responsáveis pela abordagem dos conteúdos) apresentam técnicas de direcionamento ao mercado de trabalho, aperfeiçoamento de habilidades, produção de currículos, dicas de comportamento em entrevistas, entre outros assuntos.

Oportunidade

A reinserção social e a oportunidade de apreender conhecimentos importantes para a conquista de um emprego são pontos destacados pelo secretário de Estado do Emprego, José Luiz Ribeiro. “Trata-se de uma ação socioeducativa que, certamente, fará a diferença na vida desses jovens que iniciarão as atividades”, destaca. “A missão do governo do Estado é proporcionar ferramentas para que as pessoas tenham condições de reinserção social e profissional”, acrescenta o titular da pasta.

Endereço das unidades:

  • Fundação CASA Dom Hélder Câmara – Centro de Internação – Sidney Romeu de Andrade, s/n – Jd. Marambaia – Franca
  • Fundação CASA Dom Hélder Câmara República/Semiliberdade – Rua Tiradentes, 1599 – Centro – Franca

Sobre o programa

Desde a implantação, em 2001, mais de 40 mil pessoas já passaram pelo programa em todo o Estado. Destas, “aproximadamente 19 mil foram inseridas no mercado de trabalho.”