Time do Emprego leva esperança para jovens da Fundação Casa em Arujá

Programa estadual realiza cerimônia de formatura de 13 adolescentes que cumprem medidas socioeducativas

     18900529562_057724c184_o

Todo jovem possui sonhos. Um bom emprego, uma boa faculdade, viajar. Por obstáculos da vida, muitos não conseguem alcançar esses objetivos e acabam no mundo do crime. É o caso de “Bruno*”, 18, interno da Fundação Casa no município de Arujá há nove meses. “Eu quero ser técnico em tornearia mecânica, embora esteja nesta situação”, afirmou.

Bruno participou da turma do Time do Emprego, programa gerenciado pela Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho (SERT), realizada em parceria com a Fundação Casa. “Participei dos 12 encontros do programa e recebi várias dicas de como melhorar minhas chances de conseguir um trabalho”, disse o jovem que cumpre medida socioeducativa por tentar assaltar um salão de cabelereiro.18719582689_911d0c96ee_o

Na ocasião, o dono do salão estava armado e efetuou dois disparos em Bruno que, por pouco, não morreu. A mesma sorte não teve seu amigo, “Marcelo*”, que também participou do assalto.

Bruno faz parte dos mais de 23 mil adolescentes que estão privados de liberdade no Brasil. Os dados são do Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (Sinase).

O Time do Emprego, consciente de sua função social, juntamente com a Fundação Casa, que cuida de adolescentes infratores entre 12 e 18 anos que cumprem medidas socioeducativas, tem realizado turmas em diversos municípios com o objetivo de mudar este quadro e transformar a vida destes jovens que, em diversos casos, não enxergam um futuro.

18285084683_54ee0ba927_o

Nesta quarta-feira (17), Bruno e outros 12 jovens da Fundação Casa de Arujá foram certificados pela participação do Time do Emprego. A supervisora do programa, Sandra Império, prestigiou a cerimônia de formatura e falou com os formandos. “Uma das coisas mais importantes da vida é sonhar. Mais importante que isso é concretizar estes sonhos. Isso nos fortalece”, afirmou. “É essencial que vocês acreditem em vocês mesmos, pois todos os sonhos são possíveis.

Pedro Nepomuceno, coordenador de Políticas de Emprego e Renda, também compareceu à cerimônia e se emocionou com a apresentação de alguns dos formandos. “Ouvir vocês cantando ‘dias melhores virão’ é gratificante, pois esse sempre deve ser nosso sentimento”, disse. “Às vezes, tudo o que precisamos é de uma oportunidade. Hoje, vocês estão tendo uma oportunidade única”.18719608009_47044951c3_o

Embora tenha sido simples, a formatura destes 13 jovens marcou um novo capítulo em suas histórias. Arrependido do que fez, Bruno quer um futuro melhor. “Espero poder dar orgulho pra minha mãe”, disse. “Antes eu via o mundo de uma outra forma, andava com pessoas erradas e acabei quase perdendo a vida. Quero mostrar que sou outra pessoa e que posso conseguir um bom emprego”.

Mais sobre o programa

O Time do Emprego tem o objetivo de orientar e preparar o trabalhador na busca de um emprego compatível com seus interesses, habilidades e qualificação profissional. Desde sua criação, em 2001, o Time do Emprego já beneficiou mais de 38 mil pessoas em todo o estado. Foram quase duas mil turmas realizadas e 18 mil cidadãos inseridos no mercado de trabalho.

18908620361_43fd635be8_o

Os participantes formam um “time”, um grupo, para troca de experiências e procura conjunta por emprego ou ocupação. Durante esses encontros, eles recebem orientações sobre elaboração de currículo e preparação para entrevistas de emprego, são incentivados a conhecerem a si mesmos e suas habilidades e competências e estabelecem metas de trabalho e de vida – para que tenham sucesso na busca por uma colocação no mercado de trabalho.

*Os nomes verdadeiros não puderam ser revelados.


Gabriel Luna
Assessoria de Imprensa da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho (SERT)
Fotos: Paulo César Rocha